sábado, 30 de maio de 2009

"Sentar" nas regras do comodismo??? Opto pelo bom senso!!!


Esses dias, no meu local de trabalho, me peguei numa discussão sem fim com outra colega. Discutíamos sobre seguir fielmente as regras ou analisar individualmente cada situação.

Na verdade, como muitos já sabem, trabalho com vendas há 5 anos e adoro! E nesse longo tempo, nunca, mas nunca mesmo, discuti com nenhum companheiro de equipe por um cliente ou uma venda. Minha primeira líder, Verônica Ahrens, (a mais sábia e mais competente), me fez uma consultora de vendas batalhadora, ambiciosa e vencedora... mas, acima de tudo, ela me ensinou a ter bom senso. Ela me ensinou o valor do trabalho em equipe, bater metas com honestidade, ser sim racional, mas também, saber olhar com os olhos do coração e da alma dentro do “mundinho” dos negócios. Ela fez ainda mais: fez com que todos que trabalhavam comigo agissem da mesma forma, formando grandes profissionais, consultores reunidos numa equipe forte, unida e vencedora!

Isso tudo para explicar da discussão com minha colega. Disputávamos uma venda! Uma venda que realmente pensei muito antes de prosseguir com a discussão, já que aquilo para mim era totalmente baixo. Porém, eu não seria EU se simplesmente entregasse a venda para ela “de bandeja” sem expor meus argumentos, sem mostrar meu ponto de vista e brigar pelo que acredito e julgo certo.

Sem entrar nos pormenores, aconteceu que fui honesta demais... poderia ter enganado minha colega e ficado com a venda e ela nem perceberia. Mas não! Contei pra ela que havia ficado com um cliente dela por merecimento, já que ela não tinha se preocupado em tomar as providências para o fechamento da venda em questão. Mesmo o cliente sendo dela (dentro das regras), contei pra ela e esperava dela o tal bom senso de concordar com o fechamento em meu nome. Ela não só não concordou, como queria o cliente pra ela de volta... e fez um escândalo por isso! Envolveu a gerente na discussão, bradou aos quatro ventos sobre as malditas regras, usou-as vantajosamente a seu favor sem pensar em seu merecimento próprio, sem ser honesta consigo mesma.

E eu? Eu tentava mostrar a ela a análise da situação do ponto de vista ético e razoável. Sim, eu estava fora da regra. Mas a regra naquele momento, servia somente para que ela sentasse no comodismo e tirasse proveito. E assim ela o fez! Ela argumentava para a gerente: “eu estou dentro da regra!”. E eu dizia a ela que ela encarava as coisas como se estivesse com as mãos nas laterais dos olhos!

Enfim, eu poderia contar a vocês toda a discussão! Mas, isso não seria útil. Quero apenas questionar o profissional que se instala e se acomoda dentro de regras ultrapassadas impostas pela empresa. Quero expor toda a minha indignação diante da má fé das pessoas! Serei eu um ser anormal? Querendo que os outros reconheçam o seu não esforço honestamente? Quero expor meu sono mal dormido, meu inconformismo com o tal “jeitinho” e a cara-de-pau de se basear em REGRAS! Só se forem as REGRAS DO COMODISMO! E ainda assumir que ela se permite ter esse comodismo, pois assim foi estabelecido pela empresa. Não, não, não! Parem o mundo que eu quero descer! Quero ir para o mundo que meus pais me ensinaram a viver, onde minha primeira líder me ensinou a atuar e SER PROFISSIONAL. Um “mundo de negócios” digno e honesto, no qual o cérebro das pessoas deve ser como uma árvore (enraizado fortemente no chão, racional); porém, o coração deve ser como uma brisa suave.

Pra encerrar, um lema ensinado por amigos muito queridos: H.A.T. (Humildade Acima de Tudo). E eu acrescentaria: Honestidade Acima de Tudo!

“Até no mundo dos negócios, só com o coração se pode ver corretamente; o que é decisivo e aparentemente racional, muitas vezes é invisível aos olhos.” (Frase de Luis Paulo Luppa em “O profissional pit bull”).
Ariane Aleixo

43 Opiniões:

Pamella disse...

Puxa, o comodismo é a segunda coisa pior que a indiferença.

Juliovfn disse...

Quando se trabalha com pessoas é necessário ser bem flexível mas comodismo é o cume de tudo e como a Pamela disse é bem pior que indiferença.

CAYO disse...

Não gosto de muitas regras!! parece meio robótico esse pensamento mais concerteza existem itens importantes a serem praticados!!

morethanwords3 disse...

Ariane,

Parabens pelo texto, desabafo, pela expressão de opiniao, parabens pela HONESTIDADE!
Sou empregado de uma empresa de vendas,e o meu patrão (mto considerado) diz incansavelmente que "melhor do que um funcionario que obedece as regras, é um que tem atitude"... entendo essa atitude como iniciativa, honestidade, audacia, coragem e mtas outras ações!
Concordo com cada ponto e virgula que vc expos! Meus parabens!

Visite meu blog quando possivel!

Beijos!

Karol Armstrong disse...

Nossa que raiva que ficaria.
No entanto pense no lado positivo (é eu consegui achar um....rsrs), você pode dormir sossegada, pois não pegou nada de ninguém, e rlx tem a lei do retorno ou lei dos 3 ou seja a lei de que "tudo que vai volta" ou "aqui se faz aqui se paga", etc., você fez o certo, não tem culpa de ela não ter feito o certo, faz parte (as vezes) da vida (dos honestos).
Esse egocentrismo que acaba com o mundo =/

E digo mais
Humildade Acima de Tudo.

^^

Arthur Lisboa disse...

No mundo da gestão e venda nos deparamos com tudo mesmo, inclusive com situações que nem essas. Acredito que tem um ponto que vc precisa não seguir as regras e apostar nas suas intuições

Alle Snave disse...

Haha. Adorei o desabafo. Minha irmã tambémt trabalha com vendas. Acho que vocês se dariam muito bem num bate-papo. Essa questão de ética e regras são realmente complexas e sempre há dois lados da questão... mas fico do seu lado nessa.
Não dá sempre pra ficar presa nas regras. é bom conhece-las e respeitá-las.. mas tb deve-se saber quando quebrá-las.
Amei o blog!
Bjos!

Brunna disse...

PENSE NA SUA ATITUDE, EM VENDAS SEMPRE LIDAMOS COM SITUAÇÕES PARECIDAS..O IMPORTANTE É SER HONESTO.

Ericritico disse...

Nossa cara que texto legal.
"ser sim racional, mas também, saber olhar com os olhos do coração e da alma dentro do "mumdinho" dos negócios..."
Gostei muito parabéns você escreve muito bem!
Não só esse texto mais os outros que li são muito bons!

*Teta de Nêga* disse...

Parabéns pela sua honestidade!
Já trabalhei com vendas e o que mais existia eram falcatruas.
E infelizmente, os melhores vendedores (reconhecidos pela chefia), eram aqueles que mais faziam fraudes...

Leo disse...

Concordo totalmente com o Cayo...
Nao podemors ser robóticos e tão fieis a regras, mas existem idens importantes que devem ser praticados...

http://parada-ob.blogspot.com/

Giuliano Marley disse...

Sinto-me anormal também.
Desprezo essas deprimentes regras morais que estão intrisecamente impostas, onde, às vezes, não se sabe onde estão.
_____
http://atestadopedante.blogspot.com/

Neesan disse...

Comodismo é algo terrivel msm
u.u

R4M1R9 disse...

Realmente Cayo falou certo, não existe muita regra no mundo dos negocios, elas servem para conseguirmos ganhar sobre algo que deveriamos seguir para continuar a normalidade, mas como jah se sabe no mundo dos negocios quem é esperto sobrevive!

=D

Valeu

PatoCursos.blogspot

genropratuamãe... disse...

é o mundo cão, minha cara...
doce inocência a sua, bom senso é para poucos.

www.skiba.com.br

desvinculos disse...

o mundo coorporativo não me encanta mais... concordo com o HAT, mas essa crise tem mostrado a muita gente a mentalidade das empresas, números, sangue e $$$, foda-se o funcionário!!!

Daani disse...

As vezes as regras vao de contro com o nosso carater. So a favor da HAT
Beeijos, ótimo post :)

Pedro Amaral disse...

O mundo dos negócios tem muito disso, é preciso seguir as regras, ser honesto, mas é o pão de cada da dia que está naquela ou nessa venda

http://theocho888.blogspot.com

tollen disse...

Cara, acho que você falou tudo, pois as regras não foram feitas para serem somente cumpridas sem levar em conta as interpretações morais e éticas. Pense como consolo que se amanhã sua empresa lançar um decreto mandando os empregados comerem coco, sua amiga comeria.

abs

Megumi ~ disse...

É, entendo seu desabafo ._. Sei lá... existem casos e casos. Comodismo e má vontade é f...

Laguardia disse...

Amigos.
Não sou jornalista nem escrevo bem.
Sou aposentado, recebendo do INSS e tendo o IR descontado na fonte. Não recebo as benesses de nosso apedeuta mor que tem pensão do INSS acima do máximo, isento de Imposto de Renda por se achar perseguido político, ou melhor, por se anistiado político.
Luto com as armas que tenho que é um blog, como forma de desabafar ao ver tanta roubalheira, falta de ética, falta de honestidade e principalmente falta de vergonha na cara desta quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto.
Quero convidar os amigos a participarem da minha forma de protesto, o blog Brasil – Liberdade e Democracia - http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/.
Se não levantarmos nossas vozes em protesto o que será deste país para nossos filhos e netos?
Agora é a hora de lutarmos por uma pátria livre democrática, e sobre todo com governantes honestos e éticos.

Carlos Otávio disse...

Honestidade é tudo!
Parabéns pelo blog.

Fernanda Alves disse...

Infelizmente isso acontece mesmo. Tive o desprazer de presenciar cenas parecidas, e vi que regras, em certas posições e ocasiões só garantem o comodismo e a falta de ética de outra pessoa. Vi, nesse meio tempo, pessoas se vangloriando de grandes negócios sem terem esforçado o mínimo possível para que ele acontecesse, e depois de pronto e lavrado, aí enchem o peito de ar, arregalam os olhos e dizem ser vítimas da situação; dizendo que estão sendo "roubadas".

Infelizmente nem todos conseguem ter caráter para discernir o que é mérito e o que é tirar vantagem.

Mas em hipótese alguma desvie seu caráter e conduta ao deparar com situações desse tipo! Só assim algumas pessoas conseguem se destacar da grande massa faminta por status (sejam merecidos ou não).

Jota disse...

Engraçado, consegui imaginar a cena, dessa pessoa se baseando em regras pra tomar proveito, olha eu conheço muitas pessoas assim, mas fazer o que o mundo quase todo é assim, acomodado onde quer subir em cima dos outros...Triste?Muito!Mas não deixemos nunca nossa honestidade de lado, sei que é frustrante, mas eu prefiro dormir uma noite inteira, do que ficar acordado.

passa lo meu : http://aceiteourecuse.blogspot.com/

[PK] disse...

Eu nao sigo muito bem as regras ^^
so as da minha mae ahsuahusahsu
http://eutambemteodeio.blogspot.com/

Camila Louzeiro disse...

Acho que as pessoas deveriam ser pessoas humanas e agirem como , mas as vezes nos deparamos com pessoas manipuladoras o mundo está sendo robotico as vezes se querem maquinas faça-as,e não nos faça..
todo luar possue regras, porem em excesso , acaba não funcionando tanto para a empresa quando para o proprio psicologico do ser humano.

Belo Texto
ou melhor dizendo já que é uma coisa cotidiana e um fato relatado...
boa crônica

=)

Wanessa Lins disse...

Admiro quem trabalha com prazer, por gostar mesmo daquilo que faz, acredito que você atingira sempre seus objetivos.
Gostei do texto ;)


Sucesso pra você

beijos

;***

Patrícia disse...

Infelizmente virtudes as pessoas não costumam ter, especialmente no q se refere ao proximo! Pensam só em si mesmo... com certeza essa tola não ta preocupada em cumprir regras,pq quando estas a contrariar, ela vai esquecer rapidinho q existem!
bjSSS!

Aflaudisio Dantas disse...

não vou emiti uma opinião a respeito
pois não estou a par da discussão

Beto Uchôa disse...

Comercial entao vc eh bem articulado, isso eh bom,
Comodismo eh fod4 cara, rotina e aceitar a realidade em que se vive eh lamentavel.

Abraço

Branca disse...

A falta de ética ésta em todos os ramos profissionais. Mesmo sem saber exatamente o que se passou e sem ouvir a versão da outra vendendora, que certamente está se achando coberta de razão, eu lhe digo que apesar de vc ter perdido a venda vc pelo menos foi super ética de ter tido a dignidade de ter ido falar com ela o que havia acontecido, pois como vc mesma disse, poderia ter ficado calada.

E espero que se orgulhe disso e que continue a ser da forma como acredita. Pois muitas vezes essas coisas nos deixam tão arrasadas que acabamos achando que temos que jogar o jogo com as regras "deles" a abandonamos nossos próprios conceitos. E isso tem tornado o mundo pior a cada dia.

Espero que vc continue acreditando em si mesma e continue agindo de acordo com seus principios. Isso vale mais que qualquer coisa no mundo!


bjos e boa sorte

Arlindo disse...

comodismo,NÃO SEI VIU.

bem,eu realmente faço de tudo para me manter longe disso,eu sigo esse gráfico de marketin pessoal xD

blogdoaatuais.com disse...

Obrigado por nos visitar

muito bom seu texto

é lamento pelo ocorrido

continue com seu lema honestidade acima de tudo, você conseguira grandes coisas com isso mesmo que demore um pouco e com certeza te deixara mais tranquila

†Hollow Spirit† disse...

Concordo plenamente com voce.O comodismo acaba com as pessoas,principalmente que vivemos uma epoca de constante mudança e aperfeiçoamento(é como deveria funcionar). Continue sendo assim, voce farár o diferencial:]

Ana Célia disse...

bom saber que ainda existe pessoas honestas e humildes!
O dificil é ser assim num mundo como este!Mas não devemos desistir nunca!

bor for this disse...

adorei, de verdade !

Natty disse...

Afinal, vocês são ou não uma equipe?
Obrigada pelo comentário. Beijinhos e uma ótima semana.

You Are Beatiful - James Blunt

Rebeca Abrunhosa disse...

--

Boas dicas !

--

Junior disse...

hmm, vc deveria ter falado com a gerente antes. as regras sao boas, com 2 exceções: 1 quando as pessoas distorcem-nas para seu proveito, 2 quando a regras eh feita desapercebidamente ou deficientemente.

James Almeida disse...

Comodismo é uma das portas para a insanidade, e com insanidade e sem sabedoria alguém chega a nada.

Moderadoras Báh disse...

H.A.T ADOREI!!! Concordo plenamente, algumas regras são pra serem ignoradas realmente. Beijocas, obrigada pela visita. ;)

Anderson Meireles disse...

TUDO O QUE É FEITO COM HONESTIDADE E COMPETÊNCIA, TEM FUTURO.
PARABÉNS,
ABRAÇO!

avassaladorasrio disse...

Querida amiga avassaladora...
Trabalhei em uma instituição financeira por muitos anos e treinei muitas pessoas. Se um membro da equipe "papa mosca" e não faz uma venda enquanto outro o atende e satisfaz... francamente, demitiria sua "amiga" pois se ela estivesse fazendo o trabalho dela essa discursão não aconteria...Detestava esses desgastes mesquinhos por carteira de clientes. Há regras para seguir, mas se voce não as segue não venha depois cobrar seus direitos sobre elas... Ora, se ela não atendeu ao cliente, deixou de seguir a primeira e mais importante de todas as regras!Cumpra sua meta/tarefa!
Ela por mim... estaria fora da equipe. E voce levaria uma breve admoestação verbal por ter quebrado a regra,mesmo tendo vendido...Se voce é capaz dequebrar esta regra...será capaz de quebrar outras?
dificil, não é mesmo