sexta-feira, 15 de maio de 2009

Mudanças...


COMEÇEMOS ASSIM, colocando de lado tudo o que tem de ser jogado fora. Visualmente, já dá um alívio... aquele monte de tranqueira inútil que só ocupava espaço.
Já tiveram utilidade, hoje, não mais...

Arranjar caixas e mais caixas para transportar as tralhas – vinis, os livros! uuff!! Nem sei por que tenho tantos. Não tenho coragem de doar e muito menos de vender. Às vezes, coloco um na vitrola (ou sendo um livro, reabro), ambos que não mexia há anos e já vêm lembranças que não quero perder. Então, vinis e livros sempre acabam ficando! Mesmo sabendo que a mudança é para melhor, ou pelo menos tento me convencer disso, resisto; peço tempo a mim mesmo para pensar. Enrolo um pouquinho e, no fim, acabo cedendo ao inevitável. Afinal, quem não se mexe acaba criando raízes podres.

Muitos amigos conseguem ficar mais de dez anos no mesmo emprego ou no mesmo casamento. Sustentando o insustentável para manter aparências à sociedade. Alguns parecem felizes, outros passam a nítida impressão que não tiveram a coragem de tentar algo novo e acabaram ficando presos. Está no olhar!

Conheço um senhor, que trabalhou dos 13 aos 70 anos na mesma indústria. Notável! Quando se aposentou, teve a manha de ir trabalhar numa empresa ligada ao grupo. Trabalhou em outro ramo? QUE NADA!! Foi fazer a mesma coisa!Não consigo imaginar como isso possa acontecer com uma pessoa. No fim, o que as pessoas querem mesmo, é cair (na merda) da “estabilidade”. Eita armadilha do Cão!

Nunca alcancei essa proeza de ficar muito tempo em um lugar só, muito menos em um casamento por conveniência. “Ficar por ser amigo”. Prefiro o sofrimento da novidade à pasmaceira do conhecido prolongado!!

Mudar é foda, mas às vezes se faz necessário...

Continue assim, amarrado as suas concepções fajutas!!
Guttwein, T.

21 Opiniões:

Jenny disse...

Eu sou uma nômade, sempre fui e adoro, sempre estou de mudanca, bom que nunca me apeguei a coisas materias ou a uma CASA, prefiro ter um LAR, o que eu não quero jogo fora, descarto, falsas amizades, casamentos fracassados etc , gostei do post

FuI

Charles Ferdinand disse...

Já percebi que és um torcedor fiel ao SPFC, haha. O time esse ano vem forte na briga mesmo, e as expectativas são grandes. Quanto ao seu post, eu gostei. Apesar de não saber opinar sobre tal assunto, creio que mudanças de fato são sempre necessárias!

Continue acomapanhando nosso blog, se possível. Em breve, novas notícias sobre o Brasileirão 2009.


http://littleboy3.blogspot.com/

Ana Paula Moreira disse...

Muito bom esse texto. Realmente precisamos de mudanças em nossas vidas para continuarmos caminhando pra frente. Não precisam ser exageradas. As vezes só limpar as gavetas e armários e jogar a tralha fora.
Ultimamente estou num processo de mudança... preciso colocá-la em prática.

Vou acompanhar seu blog... gostei muito. Se puder entre no meu: http://jornaldeesportes.blogspot.com

kbritovb disse...

Isso ae cara mudar faz parte da vida

pedro disse...

Muitos não conseguem trocar a ilusão de segurança por um respiro de vida arriscado, não é mesmo?

http://cinema-o-rama.blogspot.com

Lucas Donato disse...

De fato, é complicado, eu tenho dificuldades nesse assunto, sempre analiso muito antes de tomar alguma atitude e nem sempre acerto...

http://lucas-donato.blogspot.com/

Gúh! disse...

A vida é feita de mudanças a minha é assim. Já mudei de país 5 vezes, voltei pro Brasill. Estou feliz aqui.


ps: Não estou fugindo da polícia.

Lady T disse...

Texto bem interessante^^
Parabéns pelo blog, tá bem bacana

Beijos, e sucesso!

planetadablogueira disse...

Obrigada pela visita em meu blog! Estou seguindo o seu, muito bom mesmo!
Sucesso
Um abraço

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Mudar sempre acompanha o crescimento de algo.Portanto é bom!
Gostei do texto!

Iago José disse...

Caro amigo,
Obrigado pelo comentário no blog.
Mais uma vez parabéns pelo seu blog!!!
Estou trabalhando e atualizando sempre,conto com suas visitas.
Grande abraço,
Sucesso!!!

lorena disse...

rapaz, vou te dizer uma coisa: um dia mandaram- me embora do meu emprego e eu disse, que vão a merda, agora vou ser funcionaria publica e que se foda, vou ter estabilidade.

agora faz um ano que sou funcionaria publica , sou estavel, nem o cão me coloca pra fora. o que digo: tenho vontade de mandar tudo a merda.

isto não existe, quem é vivo e tem sangue correndo nas veias quer mais é mudança, o novo, o indecifravel.

parabens pelo post, comodismo e mais do mesmo é foda.

Beto Uchôa disse...

Estar mudando eh sempre bom, cair na rotina nao eh muito comigo nao mano, emprego mesmo quando chega 1 ano ja to de saco cheio huauaha.
Teu blog eh loko parabens

Abraço

Renato Emanuel disse...

Guttwein, tudo bem?

Mudanças...

Mudança de atitude, mudança de emprego, mudanças de lugares para se passar férias ou onde fazer a compra do mês, mudança de estilo, de roupa, de vida..enfim, tudo isso leva as seguintes questões:
Como mudar?
Para que mudar?
Mudar até que ponto?
Quando mudar?
E todas estas questões levam a uma resposta comum, porém que deve ser levada em consideração: "Tudo é muito relativo, ninguém é igual a ninguém, e nem sempre a mudança que parece ideal para mim, será ideal para quem está ao meu lado"
Minhas mudanças, não devem necessariamente a mudanças dos outros, mas mesmo assim, o objetvo maior e que o que coloca todos em comum, é a luta contra a merda do COMODISMO.
O comodismo é um câncer no coração do mundo; Mudar é preciso, mas saber mudar é primordial!
O casamento por exemplo, não morre depois de alguns anos; quando se vê na separação a solução para os problemas de um casamento, é por que esse matrimonio já nasceu morto!
A mudança ideal nesse casamento fracassado deveria ter sido feita lá atrás, antes daquele SIM teatral falso e sem sentido que foi exclamado a frente de muitos, seguido de festa, presentes, lua-de-mel e fatalmente do comodismo.
Mas existem alguns raros e bem construidos matrimonios que duram por muito tempo, com um brilho tão intenso quanto daquele tempo áureo do namoro.
Isso só me faz pensar que a maior mudança e talvez a mais dificil esteja dentro de mim...

Guttwein, obrigado pela visita em meu blog, pelo comentário... seu blog é extremamente interessante nos faz querer voltar para ler outras coisas... é o que pretendo!

Grande abraço

Renato Emanuel
http://renato-emanuel.blogspot.com/

Rayos de Luna disse...

Opa, obrigada pelo comentario no meu poema, gostei muito do que encontrei por aqui, agora estou indo dormir, mas adicionei seu link no meu blog e voltarei ok?!
Abraços, Raiana

Tatinha Rodrigues disse...

A mudança sempre é necessária!

Lembrei-me de uma frase de Caio Fernando, que diz assim:

"Mudei muito, e não preciso que acreditem na minha mudança para que eu tenha mudado."

Ótimo blog! ;*

André Luís Leite disse...

tenho mais de 40 anos e por nao aceitar ficar fazendo a mesma coisa a vida toda to na merda até hoje. um abraço- o seu blog e seus textos sao hipercriativos.

www.viacomica.blogspot.com
www.minhacomediadiaria.blogspot.com

ninainwonderland disse...

Mudar é preciso, e muitas vezes é bom. não há verdades absolutas nem fatos eternos,como você mesmo disse, e não hei de discordar. mas até que ponto a relatividade não nos deixa ser completamente indulgentes quanto a alguns aspectos como esse? enfim, é o que eu acho, e seu blog é bem bacana. :)

Regiane disse...

Mudanças são necessárias diariamente, em todos os sentidos da palavra.

deixo aqui um dos meus silencios... esta perfeito!

Anderson Meireles disse...

Faz bem não querer perder as lembranças, pois delas somos feitos!
PS: E não há nada mais charmoso do que um velho vinil sendo tocado.
Abraço!

Rosangela A. Santos disse...

eu me mudei tem uma semana .. afff... não acho nada legal .. por mais que tenha arrumado tudo não acho a minha blusa e moleton que mais gosto .. tem um monte de coisa ainda encaixotada ..

acho que vou precisar de uma m~es pra deixar a noca casa como quero .. rsrsrs

o legal é a nova casa .... rs

Abç.