terça-feira, 14 de julho de 2009

Culpado X Inocente, quem é o que?

Não é novidade pra ninguém o caso policial ocorrido no Paraná, mais precisamente no Morro do Boi, do casal Monik Pegorari de Lima e Osíris Del Corso. O crime aconteceu em 31 de janeiro último, no qual Osíris levou um tiro e morreu tentando defender a namorada. Ela, por sua vez, foi baleada e estuprada.

Em 17 de fevereiro, Juarez Ferreira Pinto foi preso após ser reconhecido por Monik. No dia 30 de junho, o caso policial volta a ser notícia em clima de "reviravolta". Paulo Delci Unfried foi preso após invadir uma casa e violentar uma mulher, assumindo também a autoria do crime do Morro do Boi. Com ele foram encontradas duas armas, um revólver calibre 38 e uma garrucha calibre 22. A polícia realizou um exame de balística e comprovou que o tiro que matou o estudante partiu da arma apreendida com ele.

A defesa de Juarez imediatamente pede sua libertação. A jovem mantém seu reconhecimento, dizendo que jamais se enganaria a respeito de um homem que a violentou sexualmente e matou seu namorado. O delegado Luiz Alberto Cartaxo de Moura, responsável pelas investigações, afirma que o reconhecimento seguiu todos os padrões exigidos pelo código de processo penal.

Diante dos fatos expostos, muito se especula sobre a real autoria desse crime. Estou aqui, não com o papel de advogada de um ou de outro, mas sim como uma profissional do Judiciário brasileiro, para alertar de como o sistema penal no Brasil deixa a desejar em muitos aspectos. O despreparo de todos os setores envolvidos é grande, abrindo deixas para que a imprensa "saboreie" o fato de haverem dois culpados para um mesmo crime. Os veículos de comunicação deitam e rolam com a possibilidade de trazerem à tona novamente mais e mais polêmica.

E vejam que ironia é o sistema penal: em alguns casos, não há nenhum suspeito. Em outros, temos dois suspeitos, sem saber qual é o verdadeiro. O que vale mais? Um suspeito reconhecido pela vítima ou uma prova material? Um homem reconhecido de perto por uma vítima traumatizada ou um homem que assume o crime 5 meses depois do ocorrido, aparentemente sem nenhuma vantagem?

Enfim, fico me perguntando... se esses fatos realmente permanecerem até o fim do processo, sem que surjam novas provas, como fica a responsabilidade de todos envolvidos nessa investigação? Investigadores, peritos, advogados, criminosos e vítimas. Até que ponto cada um deles é responsável pelo futuro dos supostos criminosos, pela paz da vítima sobrevivente? Imaginem a situação de um juiz que tem que julgar a liberdade de Juarez, com base em tanta confusão! Ele está entre soltar um criminoso cruel e aprisionar um inocente.

Por que Paulo Unfried se entregaria agora por um crime que já possui assassino confirmado? Uma simples crise de consciência ou uma grande vantagem oferecida em troca? O fato de o irmão de Juarez ser policial civil interfere nesse caso (já que ele é acusado de "plantar" a arma do crime)? Monik reconheceria perante todo o Brasil que estava errada sobre seu agressor se assim o fosse?

Por ora, muitas perguntas sem nenhuma resposta! O que quero explanar é que, de fato, o sistema penal no Brasil abre muito espaço para falhas. Cada vez mais, temos uma polícia mal treinada; advogados lançados no mercado sem ao menos saber escrever corretamente, sem saber interpretar a lei; cargos de promotoria e magistratura sendo exercidos por irresponsáveis que só pensam em status e dinheiro, chegando lá pelo famoso "Q.I."; uma lei ultrapassada, precisando urgente de uma reforma justa e eficiente... tantos erros... que quando paro pra pensar, entendo porque me formei em Direito e resolvi não exercer esse personagem no meu dia a dia!

Sinceramente, eu não tenho uma opinião formada sobre o "caso Monik e Osíris", não saberia dizer quem é o criminoso. Não saberia ser juiz de um caso como este... mas espero que tudo se resolva da melhor forma, sem que ninguém saia mais prejudicado do que realmente merece! Culpado ou inocente... que se faça a tão clamada JUSTIÇA!!!

Ariane Aleixo

78 Opiniões:

αииє. - мѕ. Cuℓℓєи disse...

eei, brigada por seguir o meu blog ! Tô seguindo o seu tbm :D
Parabéns pelo selo BLOG NOTA 10 ! Realmente o seu blog é 10 ! ;)

"re" disse...

Não lembro desse caso, porém se tratando da justiça brasileira, tudo pode acontecer.
É capaz de mandar prender a vitima por falso testemunho.
Socorro!!!

Dayane Mendes disse...

Olá casal, mto obrigada por me seguir, é realmente uma honra! Vcs tem mto talento, adorei este lugar! Vi o post mais comentado sobre tatuar nome de amores, eu tenho 1 nome tatuado que é o de Jesus Cristo, meu maior amor. Depois vem meu maridao é claro...rs
Abraços;

Lucas Alsil disse...

Culpado ou inocente... que se faça a tão clamada JUSTIÇA!!![2]


se bem que eu acho que ele é culpado !

J P F O X disse...

É um caso muito complicado, pois como você mesmo disse, o que faria um homem se declarar culpado de um crime que já tem um culpado, desculpe a redundância, mas o caso acaba complicando a nossa cabeça. Também não sei o que dizer. Me surpreende muito a menina manter sua convicção de que o primeiro acusado é o culpado. Ela viveu tudo, deve saber melhor que nós. Bom, tá difícil. Parabéns pelo blog. Inté...

vitor Marques disse...

vao sair ilesos
bah

Jeffisu disse...

Lembro desse caso sim..
Muito interessante seu texto... politicamente correto!

Bom.. sobre quem eh culpado ou incente.. vc disse tudo:

"O que vale mais? Um suspeito reconhecido pela vítima ou uma prova material? Um homem reconhecido de perto por uma vítima traumatizada ou um homem que assume o crime 5 meses depois do ocorrido, aparentemente sem nenhuma vantagem?"

Acho que uma vitima traumatizada num fica em boas condições de atestar quem é ou não o culpado propriamente dito.

E o que ganharia o Paulo Unfried, confessando um crime que pra ele naum lhe cairia mais a culpa (certamente, peso na consciência.. e já que estava preso mesmo, pq naum se entregar 'mais um vez')

saum muitas especulações, e noticias naum veridicas da imprensa marrom tbm... o jeito eh esperar pra v o que o judiaciario brasileiro vai decidir, como você disse, JUSTIÇA acima de tudo! =/

seuvicio disse...

Pra vc ver como a vida fede. Aliás, vc é meio parecido com os acusados e nada impede q alguém passe aí na sua casa t levar em cana por estrupo e pipocagem.

disse...

Sinceramente?
Não sei o que 'achar' de tudo isso.
Na época eu achei a menina (vitima) bem sensata em seus depoimentos. Via-se o estado de quase choque em que ela se encontrava, mas muito racional reconhecendo seu agressor.
Agora aparece do nada esse novo assassino? Eles até são parecidos em tipo fisico, mas não identicos, acho dificil se enganar.
Tb foi o que falou... o que o outro 'ganharia' assumindo a culpa?
Tudo é muito confuso e delicado. Não quero estar na pele do juiz ou juri quando isso vier a julgamento.
Abços

Will disse...

bom,sou do PR e aqui no ínicio foi bem falado esse caso agora já não se ouve falar tanto, mais é complicado a gente saber quem é o verdadeiro culpado ne ma tão competante policia do PR resolve é isso

Nadya disse...

O jeitinho brasileiro de resolver as coisas é o verdadeiro criminoso. As provas podem ter sido plantadas, bem como Juarez pode ser inocente. Diante de um povo tão desonesto, a justiça está de mãos atadas.

Lorena Alves disse...

É difícil se falar em justiça quando se fala de Brasil . Não creio que seja utópica , mas MUITO díficil que seja empregada com eficácia e rapidez . Parabéns pelo blog =)

Tchezar disse...

Difícil saber... E o difícil é confiar na decisão da justiça brasileira... Mas...

Cão Pelado disse...

É complicado...só o tempo mesmo mostrará...

Visite e comente tb:
http://caopelado.blogspot.com/

Abraço

luiz scalercio disse...

aleis brasileiras sao muito demorados nao dar pra confiar nas
leis.

Inez disse...

O Sistema Penal do Brasil é lamentável, a própria justiça está numa situação lamentável.
A violência amumenta a cada dia temos policiais totalmente despreparados, juízes estão deixando a lei de lado.
Enfim a situação está crítica tanto nesse caso como em muitos outros que vemos por ai.

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Tb não lembro deste caso, mas qnto a justiça brasileira... esta precisaria passar por muitas reformas e os oficiais por treinamentos, o que mais se houve hj é casos de autoridades agredindo civís!!!

Absurdo
bjus

Bananada é 10 disse...

o blog é foda msm
sempre sobra para o mais fraco

curtie o blog

www.bananadae10.blogspot.com

Nando! disse...

Mto difícil sabe isso!
Vamos esperar a justiça brasileira!

Gostei mto do blog!
Parabéns

Pobre esponja disse...

A justiça no Brasil tarda e falha. não só por culpa deles: vai ter tanto crime assim lá em Buenos Aires!

abç
Pobre Esponja

Carina disse...

É muito difícil abordar esse assunto que faz presença e parte do nosso cotidiano no Brasil e no Mundo. Tmbame prefiro não comentar sobre a justiça brasileira...

Pedro Amaral disse...

Que se faça justiça, é oque pedimos

Fabioc disse...

Eu dificilmente opino sobre casos assim, a verdade é algo bem complicado de se obter...

Nunca sabemos quem são os verdadeiros vilões e os heróis seguem a mesma linha.

Tbm me abstenho deste caso, porém vale a crítica a nosso sistema judiciário que tem mtos "buracos" e problemas sérios q ajudam o criminoso e a propagação da impunidade.

Ricardo Matos disse...

Nossa,,, nem lembro desse casa.
:)
mais é muito bom o seu blog.
gostei daqui. vou voltar.
abraços.


acesse o meu tbm.
http://loucurasdaimaginacao.blogspot.com/

Tiago Camilotti disse...

Puxa vida, imagina se esse cara for inocente?! De nada vai adiantar pq a vida dele já foi arruinada mesmo. Já foi julgado e condenado pela opinião publica.
Sem falar na irresponsabilidade da moça que jurou ser ele o assassino e tbm da polícia que não apurou direito esse crime.

abraço >>>>

Carlos Vin disse...

Que caso é esse...
Eu não fiquei sabendo...
Daria um otimo roteiro pro longa metragem... Que coisa...
Que situação para as partes envolvidas... Será q a mulher está orgulhosa demais para afirmar que errou e colocou um inocente na cadeia, eu creio nessa hipotese, mas é só um chute, não conheço o caso em profundidade né...

Um grande abraço!! E otimo relato do caso!

Kelly Christi disse...

Não existe justiça, mas o texto foi bem escrito.

bj

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

Vini e Carol disse...

Bom, mas o que o juíz pode fazer num caso desse???
A moça diz ser um, chega um cara do nada e diz ser ele. Não é algo fácil..
Por mais que o sistema penal brasileiro mostre falhas, esse caso, em si, é muito complicado.
Não dá pra deixar de lado um cara que assume o crime, só pq a garota jura ser o outro, mas tb não dá pra não ouvir a garota pq um louco, que já está ferrado diga-se de passagem, assumiu o crime.

É algo muito complicado.

Para o Guttwein, o que quis dizer em minha postagem, foi uma estatistica das torcidas em GERAL, não apenas de T.O. Muito menos de pista, que é algo que condeno.
Para mim o futebol tem que ser jogado, e a 'briga' de torcida tem que ser nas arquibancadas, nos cantos, não se batendo na rua, isso pra mim é coisa de animal, de gente que não pensa, e que são, em sua maioria, vagabundos.

Se eu fosse colocar la uma estatística de 'qual a maior torcida organizada na pista', claro que NENHUMA das T.O's do Flamengo estaria la, nem do Corinthians..

Mas pra que citaria isso lá? Estaria apenas apoiando a continuarem com essa guerra, que por sinal, nunca acabará. E como não faço parte desse meio, prefiro nem citar isso.

Eu acho que torcedor é tudo a mesma coisa, independente de ser T.O ou não, e acho válida uma estatística, desde que seja correta.
E tem MUITA torcida ai que se diz boa de pista, mas na caravana, vai de fusca! rsrs

Né não Gutt??

Abraço.

BRUNO disse...

Parece que essa criminilalidade nunca vai acabar neh? que coisa, mais um caso muito triste, tomara que nossas "otoridades" tomem séria providências e parem de brincar! Que pena!

Wanessa Lins disse...

Eu assisti esse caso pela record, fiquei espantada porque mesmo apos a confissão do cara, a vitima mesmo assim continuava achando que foi o acusado anterior.
É bem confuso, eu até cheguei a pensar que eles dois estariam envolvidos... e seriam os dois que tivessem participado do crime!

:**
Beijoos

30 e poucos anos. disse...

Não me recordo do caso mas uma coisa eu afirmo...onde tem fumaça tem fogo !

J.F. Marques disse...

Não me recordo muito deste caso, mas não me espantaria nada se ele não fosse pra frente, afinal estamos no Brasil, minha eterna pátria amada, mas lerda na justiça.
Parabéns pelo blog.

Nat Tigres brancos disse...

Se tratando de Justiça no Brasil.
pode se esperar tudo mais justiça que não vai ser.

QUALIDADE DE VIDA disse...

Aos poucos as coisas vão mudando,já que ninguém quer passar a vida sendo envergonhado pela imprensa. Com a facilidade em se obter informações a opinião pública está mais exigente,o que forçará um melhor preparo de todo o sistema.

Nat Valarini disse...

Bom dia, Ariane!

Bom, confesso que só fiquei sabendo a respeito deste novo fato através de seu blog, para mim, a coisa já estava encaminhada.

Estou muito surpresa com tudo isso!

A moça diz que está certa, no entanto surge uma prova e outro réu, confessando o crime...

Bem, sinceramente não sei o que dizer sobre o caso.

Nilson Castelano disse...

Eu me lembro desse caso! Em casos assim pensamos em quem podemos confiar fica uma situação realmente fora do nosso controle.
Adorei o blog, super atual e crítico e informativo.
Já adicionei na minha lista de Blogs!
Um abraço e sucesso pra vcs!

Camis disse...

Eu me lembro desse caso também; mas vamos ver o que acontece...
Só espero que nesse caso haja que se faça realmente justiça!


www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Habib Sarquis disse...

Cara é dificil, mas confiar em uma moça que estava traumatizada?? Na hora se o Papa aparecesse ali...ela iria dizer que era ele o culpado.

A policia tem que apurar esta história direito e ver todos os lados e suas provas materiais.

Blog: Cultura Dinâmica - www.culturadinamica.wordpress.com

Allerson disse...

hm... eu nunca vi essa notícia, mas se é no Brasil não tem problema a justiça é feita, mta gente critica o governo brasileiro mas a justiça falha mas não tarda.

www.allersonblogger.blogspot.com

Glória disse...

Não faz muito que essa notícia voltou à tona com esse réu confesso, porém foi uma reportagem de jornal e mais nada. Eu nem sabia do resto da história: a garota afirmando, enfim...
Por via das dúvidas, que prendam os dois! Se chegaram até ali, boa coisa não eram.

Sua simpatia expressa nas regras de comentários merece nota. Espero não ter infringido nenhuma.

Seu blog é bem bonito, parabéns!

Erica Narjara disse...

É bem complicado esse caso.. mais se a garota reconheceu o cara é ele!
Fica dificil, ainda mais no Brasil de chegar a alguma conclusão. Se ele não for o culpado, ele será apenas mais um injustiçado nesse País.. é assim que funciona.
Adorei seu blog.
Estou te seguindo! =)
Aguardo sua visita:
http://ericanarjara.blogspot.com/

Celebrity Poke! disse...

eu lembro ter visto essa materia na TV , mais a menina jura que não errou ao reconhecer o criminoso então ...temos a palavra dela contra a dele e um outro q se diz culpado , deicxa na mão da justiça o decisão
abrç

Pedro Amaral disse...

Se a mulher reconheceu o caboclo, não tem uq a justiça discutir

ImagArte disse...

Nossa, esse caso deu oque falar...
Muito bom blog ;)
Até mais

LReporta disse...

Que coisa!
Mas não acho que todo o problema possa ser indicado como fruto da justiça Brasileira.
Pense, se se confirmar a suspeita de que o irmão do acusado conseguiu achar um criminoso parecido com o irmão, plantar a arma do crime nele e fazê-lo assumir o crime, esse caso vai estar mais pra criminal mind de seriado policial americano do que pra justiça falida de país subdesenvolvido.

T0PERA disse...

A ESSA ALTURA DO CAMPEONATO NGN VAI ASSUMIR CULPA DE ERRO DE TER COLOCADO UM INOCENTE NA CADEIA, E OUTRO QUE FOI PRESO POSTERIORMENTE ASSUMIR ESSA CULPA PQ ELE SABE DA BRONCA QUE OUTRA ESTA ASSUMINDO SEM NECESSIDADE CREIO NA MINHA CONCEPÇÃO...E NO MAIS É VIDA QUE SEGUE QUE ESTE CASO SEJA RESOLVIDO PARA DAR UM MAIOR CONFORTO PARA AS FAMILIAS DAS VITIMAS DOS SUSPEITOS

Leo disse...

Isso é Brasil...

http://parada-ob.blogspot.com/

Leo Pinheiro disse...

Como jornalista policial, posso afirmar que já vi inúmeros casos de vaidade criminosa, quando mais de um bandido assume um delito para aumentar o seu 'currículo'.

è semelhante com os atentados terroristas assumidos simultaneamente por vários grupos extremistas.

P.S.: Já comentou no meu post atual? Abraços, Leo Pinheiro

Michelle Telino disse...

Estou participando do blog de vocês! Espero que vocês participem do meu. Sempre que puder, vou dá uma passadinha por aqui, para dá uma olhadinha nas novas crônicas. :D

Beeijos

Daniel Silva disse...

O Brasil é uma merda mesmo. Esses caras têm mais é que morrer.

Abraço

- aari disse...

por isso no BRA nao pode ter pena de morte, qanta gnt inocente iria morrer ?

parabens plo blog

:)

sacipirata.com disse...

Nossa, que caso bizarro!
Creio que seja uma tentativa dos advogados do primeiro suspeito de enganar a justiça, eles podem muito bem ter forjado toda essa história do segundo suspeito... Imagino né...
Abração do Saci!!!

Vitor Beneti disse...

Adorei o texto o cara é ridculo , ta muito massa aquie , Beijão e sucessos !

Deh ramos disse...

A verdade é que, no Brasil, qualquer "Grande Caso Policial" vira uma verdadeira Novela. Que procura entreter os telespectadores, que esperam anciosamente pelo fim da trama. E então chamam esse fim de Justiça. Mas não é bem assim que eu a vejo...

Fábio Flora disse...

É um caso bastante complexo mesmo, mas não me lembro de ele ter tido repercussão nacional. Daria um bom filme. Abraços e sucesso com o blog!

Juh Camargo disse...

Esse caso realmente é muito intrigante...
Primeiro que a mídia nunca ajuda nesses casos, porque como você disse, será que ela teria coragem de admitir que errou a todos?
Se nao houvesse essa exploração toda, quem sabe... Se é que há um erro...
Ele admitir assim um crime meses depois é suspeito mesmo...
Independente do que decidam, ainda é insuficiente para decidir, o que não pode é acabar em pizza, como tantas coisas nesse país...

Abraços!

John Érico disse...

Estranho, intrigante, e bizarro. Mas a justiça é cega. Já vi casos parecidos "irem para o buraco". E neste não será diferente. Este é nosso Brasil, com um sistema de justiça porco e pobre, infelizmente...

John Érico disse...

Estranho, intrigante, e bizarro. Mas a justiça é cega. Já vi casos parecidos "irem para o buraco". E neste não será diferente. Este é nosso Brasil, com um sistema de justiça porco e pobre, infelizmente...

Theo Moura disse...

Brail é um peis mentiroso, ostenta em sua bandeira as palavras '[des]ordem e [re]progresso' Onde nada disso vemos na prática.
Eu não vi esse caso passando na Tevê,fiquei sabendo agora aqui no seu blog.
Qnto a justiça... Vou aqui esperar o Bob Esponja com meu Hamburguer de siri.

Arthur A. Melo. disse...

muito bom o texto,
assisti a reportagem na tv,
agora resta apenas a dúvida quem está mentindo]?

http://arthurmelo92.blogspot.com/

Daniel Silva disse...

Heavy Metal é o que há mesmo, mas eu procuro dar uma variada sempre nos assuntos, pra podes agradar um número maior de pessoas.

Abraço

FabioZen disse...

Muito bom o blog de vocês.Nessa garimpagem de blogs que caem no lugar comum o de vocês tem o fundamental para se tornar interessante-personalidade própria.Parabéns!

LADY DARK ANGEL disse...

ODEIO A JUSTIÇA A BRASILEIRA POR ELA SER DIGAMOS NÃO INUTIL MAS TIPO NO TO ENCONTRANDO A PALAVRA CERTA INJUSTA
OBS:NÃO LEMBRO -ME DESTE CASO

pensamentomacho disse...

é os meios de investigação da policia brasileira são muito precários, é juiz comprado, é uma patifaria sem limites. Hoje em dia não existe justiça, o que manda é ter dinheiro ou não. Sem palavras.

parabens pelo excelente blog

Carina disse...

Justiça! Que palavra mais vaga e perdida quando abordada em nosso país. Quero justiça contra os corruptos que roubam noso dinheiro também, por isso nosso Brasil não vai pra frente.

maands disse...

Ooi! não ouvi falar desse caso, mas da justiça brasileira eu nunca espero muuito. acho qe o país ainda tem muuito o qe melhorar neste aspecto.
adorei o blog. tá demais! parabens e mais sucesso ainda! :D

Kallynka disse...

Fazer justiça aqui no Brasil é muito complicado!!
Gostei muito do nome do Blog e do restante todo :]

Abraços

kilder disse...

complicado esse caso...é mais uma história brasileira!!!!! muito legal teu jeito de escrever, sucesso!

Gabriel Ribeiro disse...

Olha, eu vou me arriscar a responder uma das tantas perguntas que ficaram em aberto. Mas é só um "achismo" da minha parte. Não precisa ser levado a sério.

O cara apareceu 5 meses depois afirmando ser o culpado de tudo pelo mesmo motivo que as meninas do BBB posam na playboy. Aliás, não. Vou corrigir. Pelo mesmo motivo que as levam a participar do BBB.

Se tem uma coisa que é deveras ostentada, não só no Brasil, mas em qualquer país ocidental com um sistema de mídia influente, é a tal da fama. Eu estou meio por fora dessa história do Paraná, mas só o fato dela ter aparecido aqui nesse blog já foi um feito para o Paulo Delci Unfried. E quando mais o nome dele aparecer no Google, mais ele vai ficando feliz. Ainda mais que eu duvido que o juiz vá deixar de considerar a palavra segura de uma vítima que nunca mais vai conseguir esquecer o que aconteceu na noite de 31 de janeiro de 2009.

Ai, falei pra caramba. Desculpa, mas eu me empolguei.

Bananada é 10 disse...

acho q ele é culpado =/ ta na car RUM

ederdbz disse...

otima postagem, sucinta e realmente interessante...
tambem não tenho uma opiniao formada sobre o caso - e com certeza o juiz deve estar tendo mta dor de cabeça.
Espera-se somente uma coisa: que a justiça seja feita, para o bem de todos...

Wander Veroni disse...

Para falar a verdade, também não tenho uma opinião formada sobre este caso. O modo como a polícia fez a menina reconhecer o suposto agressor é muito falho.

Além disso, se ela foi mesmo estrupada e acharam uma suposta blusa do agressor no matagal, pq não fazer um exame de DNA com o material genético dos suspeitos e ver se eles são mesmos os agressosres? Essa história ainda vai ter muitos desdobramentos.

Abraço,

http://cafecomnoticias.blogspot.com

Mau Santos disse...

Também não tenho uma opinião formada sobre esse caso, mas fiquei pasma. Poxa, tudo bem que a vítima na hora estava apavorada, mas esse também era um motivo ótimo para ela não poder afirmar que o bandido era tal pessoa. Agora que o mal está feito (ou não, sei lá o que aconteceu) quem paga??

Itamar (japa) disse...

olá, pois é este caso ai ta uma verdadeira incognita, de fato não da pra saber o q rolou, ja q ela jura q foi o juarez , mas todas as provas chegam ao outro cara, muito tenso eu conheço o advogado do juarez mas não tive oportunidade de falar com ele ainda ... vou perguntar pra ele qualé qualker dia!!!

abraço!

Descarga! disse...

Olá!
Nem sempre o Direito é justo.
O culpado tem que ser punido. Nem imagino como deva ter ficado a vítima depois de tudo isso...
Realmente preocupante.
Gosto muito daqui.

Abraços fraternos,
http://www.descargapublica.blogspot.com/

Blog do disse...

Não confio na justiça brasileira pois pobre só se ferra, bandido é solto, 3 meses depois está cometendo crime novamente.

Os outros paises tem moral pois se o cara cometeu crime mofa na cadeia

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net
www.twitter.com/blogdorubinho

luiz scalercio disse...

cara nao tem que ter pena pau neles.

FREI FERNANDO,OFMConv. disse...

Ora, quando do exame de corpo delito, certamente colheram amostra do sémen do estuprador; então, é só fazer o dna e verificar, com prova material e substancial, quem é o verddeiro assassino.

Paz e Bem!