segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Como dizia minha avó...

Olha gente, esses dias, mais uma vez nas ruas de São Paulo dentro do carro, me lembrei de um velho ditado que minha querida avó (que descansa lá no céu, eu acho...) dizia: “a gente morre e não vê de tudo!”. E de fato, ela não viu!

Vejam como uma simples ida ao médico pode se transformar num verdadeiro “circo”!

Em uma daquelas tradicionais passadas no ginecologista, parei pra pensar: você está naquela cama, em uma posição super desconfortável, a médica te examinando comenta com a auxiliar: “nossa, mas está muito boa a recuperação não é? Veja como está rosado (se referindo ao meu útero), e como é estreito o canal dela...”. A médica se referia a minha recuperação depois de realizada uma cauterização. Virando-se pra mim ela continua: “Você tem os músculos fortes!”. Juro, me senti como uma coisa em teste, sabe? Um experimento, ou qualquer coisa do gênero! Você ali, louca pra que aquilo termine, e a médica comentando sobre o que vê com a auxiliar, seu canal, seu útero rosado... sem comentários!

Mas, passada a consulta, e voltando ao início do texto, pego meu carro no estacionamento e paro no farol. Aquela fila enorme! Meu vidro estava aberto pela metade. Vejo um rapaz se aproximar ao meu carro. Instantaneamente, penso em fechar logo meu vidro pra me livrar do “pedidor de esmola”. Mas, olho novamente o rapaz, e eis o que vejo: um homem, de mais ou menos 25 anos, usando uma calça jeans, camiseta colorida de todas as cores possíveis e uma cartola verde limão na cabeça. Minha curiosidade não permitiu fechar o vidro, e esperei pra ver. O homem pára no meu vidro e diz com o tom de voz “afeminado”, segurando uma carteirinha da faculdade Unip nas mãos: “Olá, boa tarde minha jovem. Estou aqui hoje pra agradecer pessoas lindas e inteligentes como você, que ao longo desses 2 anos me ajudam a concluir o meu cursinho de letras na faculdade. Peço novamente que me ajude, e pra agradecer, vou recitar um de meus poemas, A Conchinha Verde”. E lá se pôs o cara a recitar seu poema... com toda uma interpretação, gestos... um verdadeiro artista! Rsrs! Sem contar o poema, intitulado como “A Conchinha Verde”...

Fiquei tão impressionada, que me esqueci de dizer ao rapaz que não tinha um centavo na carteira. Havia dado tudo no estacionamento. E ele lá empolgado, recitando. Ao final, disse a ele que não tinha o trocado, ele agradeceu com um sorriso largo e foi para o próximo carro.

Essa situação me fez refletir e de pronto, me veio à cabeça o ditado de minha avó. Realmente, “a gente morre e não vê de tudo”. Até onde vai a criatividade do povo brasileiro pra arrecadar um trocado? Verdade ou não que o trocado ajudaria no “cursinho de letras” do indivíduo, achei o caso interessante e o homem criativo. Quando percebi, havia esquecido a chata consulta e os comentários da médica, e estava gargalhando, sozinha no carro, parada no farol.

E que coisa, às vezes ficamos tristes por coisas tão pequenas, desanimados por pouco, mal-humorados! E esse cara lá, feliz da vida, num sol de rachar, recitando o poema e encarando o NÃO com um sorriso, me fazendo rir...
É pra se pensar... e pra rir também! Essa é pra você, viu vó? Rsrs! Será que Dona Hermínia (minha avó) presenciou mais essa?
Ariane Aleixo

62 Opiniões:

jaka disse...

taí uma cena bizarra...

Nos Pod disse...

Adorei, a criatividade do povo em conseguir qualquer dinheiro seria muito mais engraçado se não fosse algo de total desespero. Confesso que ri mais da parte da ginicologista (e se me permite dizer alguma curiosidade também)
Mas adorei ! vc escreve muito bem e fiquei feliz por alguem ter o mesmo respeito pelos avos assim como eu ( sem piadinhas sobre o como eu hein)
Parabéns !!!!

Inez disse...

Adorei seu texto, ri um bocado da consulta pos nós mulheres de alguma forma passamos todas pela mesmo situação.
Quanto ao jovem foi muito criativo para pedir uns trocados.

aspargos aleatórios. (: disse...

a minha vontade era de poder ajudar todas essas pessoas :D ! criatividade são pra poucos, deveríamos valorizar mais isso :S pena que não é muito reconhecido.
adoorei o texto :D !
;*

distritovirtual.net disse...

Muito bom.
Sucesso com o blog.

www.distritovirtual.net

palavras ao vento disse...

muito bom o texto...a mente humando pode fazer qualquer coisa...por isso somos tão criativos...

aam-00 disse...

escreves muito.
É por aqui as vezes vejo uns pedindo no sinal para ajudar na facul,
resta saber se é verdade, mas aqui eles não tem tanta criatividade.
hhahah

ei como vc faz p/ bloquear o conteudo contra copia?

www.sintoonize.blogspot.com

Hermilson Sousa disse...

Qualquer coisa por dinheiro? hehe quase.... kkkk

só achei o texto um pouco longo d mais... mas achei muito bom e inteligente.

passa lá: http://hermilson-sousa.blogspot.com/

torradastostadas disse...

meu primeiro comentário: que fofo o desenho! no mais, gostei do texto. hoje fiz uma redação sobre a importância dos idosos, e talvez por isso, me identifiquei com o seu. se tem alguém por quem cultivo carinho e afeto é o meu avô. e a sua situação ficou divertida! adorei =)

Flavi disse...

Muito legal teu blog, vou senguir. Quanto a sua experiência na gineco, devo dizer que, já aconteceu o mesmo comigo, mas não achei ruim, ao contrário, achei muito bom e fiquei envaidecida, afinal, já tenho 35 anos e estou tentando engravidar pela terceira vez, meus filhos já tem 14 e 12 anos, estou planejando mais uma gravidez, e quando ouvi os comentários da gineco e ainda dizer que meus ovários estão como de uma adolescente fiquei muito animada rss...
Outro dia também fui abordada por um desses estudantes, mas nem ouvi o que ele tinha a dizer estava com muita pressa, mas acho que perdi uma otima oportunidade de ouvir o poema "A Conchinha Verde" rss...

Beijinhosss

Deane disse...

Olha pelo menos ele foi educado ne...
Aqui na minha cidade, no mínimo o que eu ouviria seria um: "se vc não tem dinheiro, pq fez eu perder meu tempo?"

Sério mesmo, agente morre e não vê tudo!

Marcelo Leite disse...

Somos assim. Seres assim. Rs.
Gostei do post, fez refletir.

#Marcelo disse...

Já venho lendo os textos do blog de vocês dois a um tempo. realemnte! vcs escrevem muito bem!! já estou seguindo ^.^

jpfox8 disse...

Ás vezes nos irritamos com coisas bobas e depois notamos que outras pessoas tem questões e/ou problemas muito, mais muito piores que os nossos e nem por isso ficam por aí choramingando e reclamando de tudo.
Ótimo texto (como sempre)!!!
Inté...

AtReViDo disse...

Realmente a sua vó estav certa. o Texto ´Mara. É assim mesmo quando a gente pensa que tu já aconteceu...

Isa disse...

É, a gente sempre pensa que vai ser assaltado. Dura a vida dos brasileiros nas grandes cidades. Acho que era de verdade, hein? Por que não?
Bacana sua ideia de blog, quer dizer, ideia do casal. Parabéns!

sidnei disse...

Gostei do post ficou muito bom,
vc esta de parabéns!

http://seligainfo.blogspot.com/

Théo Borges disse...

Olá...
nossa, acompanho teu blog já ha algum tempo, e como vc escreve bem.. me surpreende a cada vez...
rs, ri muito com sua consulta médica..

rs

qualquer dia,e screvo um de meus fiascos e mando ai pra vc ver...
hehe, bjo!

visite-me:
http://leituraopinativa.blogspot.com/2009/10/que-pais-e-esse-ou-melhor-que-pessoas.html

Gabriel Alex disse...

blog legal, gostei!

http://www.gaalex.blogspot.com

Cérebro disse...

Gostei, tentei me colocar em seu lugar. Muito interessante mesmo! Eu ficaria realmente triste se não tivesse nenhum trocado no bolso! ^^

http://cerebro-musical.blogspot.com

http://twitter.com/cerebromusical

Benhur disse...

hauahauahauah, eu também riria dessa cena.

Carla disse...

Seu texto me lembrou de uma música do Roberto Carlos: "é preciso saber viver". Parece que o rapazinho do sinal descobriu... e vc pode ter uma boa sacada com a experiência dele... e nós, leitores, com a sua...
Apesar de tudo, é preciso saber viver !!!!!

Mirella Santos disse...

nossa vc é bem corajosa de colocar seu consulta aqui. Mas coitado do moço ter que fazer isso pra poder pagar a facult. que bom é que el não desistiu do seu sonho de se formar que nem a maioria faz diante do aperto

Luan Silva disse...

kkk' muito bom seu texto,

sucesso

www.distritovirtual.net

FLORES, Ju disse...

Sério, adoro esses artistas na rua. Realmente, a maioria deles merecem muito mais do que um minuto da nossa atenção no trânsito.
E, fiquei curiosa com a "Conchinha verde".
Gostei do texto, gostei do blog. Parabéns procês.

Bruno disse...

Tinha q ser do mundos das letras...hahaha!Adoro esse meio, pq será???
Adorei o blog e o texto!Parabéns!

los surtados disse...

esse é criativo pena q a maioria das pessoas nao dao valor a este tipo de arte.

K∂riиє* disse...

Pois e',eu moro em um pai's frio que inibe esse tipo de "criatividade" se um individuo se expor no gelo la' de fora pra pedir esmola tadinho...pegara' uma bela pneumunia,mas criatividade brasileira pertence so' a gente mesmo e nem digo so' pra pedir esmolas...vc sabia que a maioria das invencoes sao de brasileiros?
Que saudade de rir dessas situacoes cotidianas do Rio...hahaha

Arnek disse...

Esta vendo uma palestra um dia desses sobre criatividade, e vi que todos somos treinados para usar somente um lado do cerebro , e não estimulamos a inovação e a criatividade, hoje em dia são poucos que conseguem, ser criativos

http://midiasocialbrasil.blogspot.com/

Esther cyrraia disse...

rsrs!! se sua avó presenciou eu não sei, mas que foi ótimo para lhe animar o dia e tirar a consulta da cabeça deve ter sido né??? é muito bom, quando vemos exemplos assim, paramos de achar que somos os seres mais miseraveis e sofridos do mundo e só nos resta rir mesmo!!! que bom! a vida fica mais fácil!

xeru!

Elton JG disse...

Muito bom o blog
parabéns !

Rafa disse...

Adorei viu! Muito bizarro, de verdade, rs

http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2009/11/japao-lanca-cemiterio-tecnologico.html

Vinicius Colares disse...

(OFF TOPIC, Sobre a lista de filmes nacionais do dr. caligari)

Gutt, o Auto da Compadecida tbm é um dos meus preferidos mas, não entrou nas lista pq foi exibido pela primeira vez em 1999 no formato de minissérie da globo!
e a lista é de filmes da década de 00!

PanPum Flûor disse...

muito boa (:
caramba é incrivel mesmo o que fazemos por dinheiro :D
ainda bem que era algo legal, merecido mesmo uns trocados :D

Robinho Bravo disse...

Eu estava com problemas para pagar minha faculdade...
Mas lendo o texto... Já tenho uma saída!

Só não sei se usarei as roupas multi-coloridas
hhehehe

Paty disse...

não fique chateada com o comentário da médica, é assim mesmo, talvez se ela tivesse te explicado o que estava fazendo vc não se sentiria tão mal...

Rafa disse...

Muiti bom mesmo, é incrvel o que se faz por dinheiro em?

http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2009/11/japao-lanca-cemiterio-tecnologico.html

Pedro Henrique Prado disse...

Heeey......Aki na minha cidade num tem essa coisa de pessoas no farol ( estranho neh? hihihihi), mas é a verdade , ahh uns dois anos atrás ficava um perto da minha escola , mas foi o único que eu vi até hje!!
Boom olha a gente morre mesmo sem ter visto tudo esses dias fui numa loja de informática levar um cartucho pra recarregar e o cabelo da menina que trabalhava la parecia mais uma torre...Achei legal e engraçado!!!HEHEHhehhehe
=)

Otávio R. disse...

imaginei a cena, não se trata somente de coisas que jamais veremos, mas sim de como todos podemos fazer diferenca.

Paulo disse...

Nada como a sabedoria dos velhos !^^

http://deposito66.blogspot.com/

segue no grau !

theloreanaveia disse...

Devemos dar valor as coisas pequenas da vida mesmo!

senao.. nos ferramos!!

bye

Virgínia Larghi disse...

Ariane,médicos são assim mesmo,mais frios que nós,por estarem acostumados todos os dias com aquilo que é talvez um 'taboo' pra vc,sei pq aqui na minha família tem dois,rs..normal.
Quanto à criatividade do rapaz,cada um se vira como pode né fiaaa?
Bisous.

Mente Alternativa disse...

Isso ae!Concordo com seu texto, que por sinal fico maravilhoso!

Parabens pelo blog, sucesso!

Steffi de Castro disse...

Amei seu modo de escrever, bem detalhista mas sem ser chato. Acho que o que deve ter sido mais engraçado além de "A Conchinha Verde", com certeza foi a roupa dele! :D
Parabéns pelo blog.
Também me pergunto:
como bloquear o conteúdo contra cópias?

NIVALDO disse...

Adorei seu post!
Adorei seu blog...
Não pode faltar um passeio contante por ele!

Diih disse...

KSOPKOS

COMO UM VINHO A VIDA E MAS BELA NA MEDIDA QUE PASSA O TEMPO '' !

LEGAL O TEXTO

beijomeliga ''

http://www.beijomeliga.co.cc/

Maju disse...

hahaha! Realmente uma cena que a gente não vê todo dia. É engraçado mesmo, como as coisa pequenas podem mudar tanto o nosso humor, não? Seja ela uma coisa boa ou ruim. :P

Espero que tenha uma boa semana!
Beijos :*

Igor Feijão disse...

coloquei o novo episodio da serie Legado no blog...vai la e comenta!

http://palavrasdofeijao.wordpress.com/

Rafa disse...

Qual será a proxima aventura
/ adpro essas cronicas de vcs;...

Dalete disse...

Gostei da relação que você vez no texto! Gostei muito do texto.

Daniel Silva disse...

Esse blog é um sucesso. Me espelho muito em vocês. Eu tinha um professor que dizia isso também, mas de uma forma peculiar. "Eu morro e não vejo tudo". Hehehehe

Abraço

Guilherme Lombardi disse...

eu também iria rir dessa cena

Verdelone disse...

Sim...foi criativo...
Mas lembre: Não dê esmolas.
Abçs
CIA DOS BOTECOS - www.ciadosbotecos.blogspot.com

JOY disse...

Ótima!
"Coisa em teste" hahaha
Adorei a cronica, e é verdade o que menos esperamos pode em segundos transformar nosso dia as vezes!


Um enorme beijo

http://joycebc.blogspot.com/

Elton JG disse...

Saudades da minha vó ! :(

www.webcolunas.blogspot.com disse...

hauahuahuhaua

Eu ri alto desse texto. É verdade que a gente morre e não vê tudo. Eu mesma vi muita coisa estranha na minha curta vida de 14 anos. O.O

Marilene Job disse...

Humor leve,muito bom.E falar em coisas boas como já comentei no texto Uni(tele)ban é sempre uma ôtima leitura.Parabêns.

luiz scalercio disse...

gostei muito do texto
prbns.
clique em comente no blog
www.analucianicolau.adv.br

Avassaladoras Rio disse...

Querida amiga avassaladora...Aqui no Rio, na Barra da Tijuca quase em frente a entrada do Barrashopping tem um rapaz travestido de XUXA, com botas brancas e peruca loira de chiquinhas até umfalsomicrofome cor de rosa faz parte do traje...E ele faz a coreografia do Ilarie!
Parece que ele já foi até no programa do Jô.... Que tal essa? kkkkkkkk

Tatiane Rosa disse...

è a realidade brasileira,acho que deve ser o povo mais criativo do mundo,e quanto ao comentário do rapaz transvestido de xuxa no sinal de trânsito na Barra da Tijuca é verdade kkkkkk,fora os outros,até imitação do ronaldinho fazendo firula na faixa de pedestre tem...

Guilherme Bayara disse...

Uma historia divertida.

A criatividade humana é sem precedentes...

"A conchinha verde"

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

Ela era sapiente, via coisas do arco da velha, ela mANTINHA o lado crítico de observar o mundo, os velhos são pessoas vividas e seus concilios-consensos traduzem sabeodira!