domingo, 21 de novembro de 2010

Podia ser você...

Vida de proletário é assim...

Sentado, olhando através da janela do coletivo, acabou se distraindo e não deu muita importância a questão do horário. Já passava das 23:45hs e ainda assim havia trânsito. As idéias fluíam em sua mente como folhas de árvores caindo num dia de outono; Um turbilhão de idéias... Problemas familiares, empréstimos com amigos, boleto da faculdade, relação difícil com a namorada, desilusão... A lista era grande, difícil até para priorizar.

Olhava para fora enquanto tentava se concentrar, procurando afinal a porta de saída para alguns de seus problemas, porém a música advinda de um celular estava o incomodando. “Papanamericano”. Olhou direta e fixamente para o rapaz que portava o celular, a fim de censurá-lo, mas pouco adiantou. Da mesma forma que ele, o rapaz estava compenetrado em seus pensamentos, um olhar vazio para o nada... E simplesmente nem se dava conta do incômodo que causava aos demais dentro do coletivo com a música alta. Ou simplesmente não ligava...

Uma vez já não mais fiel aos seus pensamentos, passou a olhar atentamente as pessoas que estavam ao seu redor. Inúmeras feições de cansaço, misturadas a expressões de preocupação. As pessoas podem não se comunicar diretamente, mas uma vez distraídas, perdidas nas suas idéias, o rosto as entrega. E percebeu então, que não era só ele que devia estar passando por momentos difíceis.

Diante desse panorama, imaginou então que aquela bendita sensação de levantar diariamente com dois pés esquerdos não pertencia somente a ele.

Ansiou então, poder agir como no filme “Efeito Borboleta”... Voltar ao passado e mudar alguns pequenos detalhes, que obviamente iriam alterar seu presente. Mas olhou para baixo e deu um riso discreto e meio amargurado. Agora, censurando internamente a si por permitir-se pensar assim. Seria a mesma coisa que sair de casa desejando encontrar uma maleta recheada de dólares. Essa era a solução para tudo? Viver de ilusões? Sabia que não... Mas ainda assim, como lidar com tantas coisas ao mesmo tempo?

“Welcome to the Jungle” balbuciou para si... Hora de descer por falar nisso. Desejou boa noite para um desconhecido que estava próximo a porta traseira do coletivo no momento em que descia e foi-se embora. Havia ainda de caminhar um bom pedaço até chegar em casa. Mais alguns minutos para meditar sobre as benditas soluções dos seus inúmeros problemas... Achar a tal maleta com dólares não seria tão ruim assim pensou novamente... (rsrs!)

Guttwein, T.


Além do que se vê...

Nossas postagens via FEED no seu email gratuitamente!

61 Opiniões:

Wellington disse...

Já eu volto para comentar! Fiquei louco para poder dizer que estava com muitas saudades do blog de vocês e pensei sobre quando que eu os veria novamente! Ufa! Finalmente os encontrei com postagem nova! =)
Já eu volto para comentar sobre o post! Primeiro quis matar a saudade!!!

Abraços!

http://neowellblog.wordpress.com/2010/11/15/bangkok/

Paulo Cheng (Rico) disse...

Nunca tinha acessado este blog, gostei bastante das crônicas e das matérias. Bem inteligentes e o blog tem um layout bem legal.
Parabéns pra vocês.

Dá uma acesssada no meu e me diz se gostou, ok?

Abração.

Wellington disse...

Voltei! Adorei a postagem. Este ano foi difícil para mim e uma das saidas para tantos problemas foi imaginar situações felizes enquanto eu solucionava meus obstáculos. Era o único jeito de não me deixar cair já que os problemas foram muitos! =)

Gostei muito da postagem, bem real! ^^

Estou seguindo vocês!

Grande abraço!

http://neowellblog.wordpress.com/

Lucas Alves disse...

cara, sinto a mesma coisa (ou quase).
as mesmas situações todos
nós passageiros passamos todos os dias.
a música no celular,
a curiosidade sobre o que os outros estão pensando naquele silêncio intediante do trajeto...
enfim, me vi retratado em grande parte do seu texto.

Wellington disse...

Olá vim agradecer seu comentário em meu blog e fazer um convite, nem precisa comentar se quiser apenas ver! ^^

Tem uma postagem nova sobre Verão Japonês em meu blog!

http://neowellblog.wordpress.com/2010/11/21/japanese-summer/

Abraços! =)

rogeriocenifutebolclube disse...

muito bom o blog, parabens
faça uma visita
http://www.rogeriocenifutebolclube.blogspot.com/

Breno_Souza disse...

putz isso acontece comigo tod dia.e achar um maleta cheia de dólares não seria tão má ideia mesmo,kkkk

Curti pra caramba seu blog,ja to seguindo aproveite e visite o Bloco de Nóia ;)

blocodenoia.blogspot.com

parabéns ótimos posts :)

Breno_Souza disse...

SEm Iras hein .kkkkkk..aoenas formas de divugação de quem ta começando,mais que o seu blog é fera é sim.

Kiko Lemos disse...

Comentário interessante, quem anda de coletivo são como é principalmente quando ao sair da faculdade de noite.

Parabéns!

Cris Souza disse...

Hum... textos da vida nua e crua fascina! O cenário do ônibus, as inquietações na mente da personagem, seus conflitos internos e seus anseios foram retratados de forma coerente. gostei bastante.

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Aqui aparece volta e meia uma "maleta de dinheiro do céu"... mas só nos "papos" enquanto sonhamos com soluções milaborantes... Ultimamente sonho muito com a mega sena...mmas será mesmo que solucionaria tudo? ou só me criaria mais problemaas? ou estou realmente perdendo tempo pensando em algo tão idiota?
hMas o teu texto ta d+ e acabo de perder minha linha de raciocinio... Beijão!

Gabriele Santos disse...

adorei. eu me imaginei na sala. Exatamente comoacontece comigo.
muitos problemas os pagodeiros de plantão e seus celulares altos (¬¬)
e os rostos exaustos.
Parabéns.

Ana disse...

Muito bom o texto foi bem escrito.

Madruguinha disse...

Gostei da postagem
to sguindo seu blog
http://www.seumadruguinha.blogspot.com/
se puder da uuma passada

Versos Controversos - Alan Salgueiro disse...

Podia ser e foi! O papanamericano tá bombando, já tá nas 10 mais da bill-bus-board, só deve perder pra alguns pagodes e hip hops. E os ônibus seguem lotados, hora em que costumeiramente minha mente se enche de ideias! Bom texto!

Franklin disse...

Ótima crônica!

Parece até que fui eu o retratado...

Muito bom mesmo.

bjo!

Mundo do Samuka disse...

Muitoo Bom esse post.. vida de trabalhador num é mole mesmo!

http://mundodosamuka.blogspot.com/

William disse...

Pode ser que eu esteja enganado, mas acho que é a primeira vez que passo aqui no seu blog.
De qualquer forma, estou surpreso com a qualidade, que é ótima.
Em relação a essa sua última postagem, muitos, mas muitos mesmo se identificam com ela e passam por situações semelhantes.
um grande abraço

Paulinha disse...

como bem canta Chico, "só a bailarina que não tem", mas no olho do furacão dos nossos conflitos, é como se estivéssemos sós e com milhares de problemas num mundo de pessoas bem resolvidas, e quase nunca a gente olha pro lado... mas, quando olhamos, percebemos que "procurando bem, todo mundo tem", e embora isso não seja solução, parece que dá um certo conforto, um bálsamo... e nós seguimos em frente, procurando (quem sabe?) a maleta recheada (porque sonhar também é bom...)

(ah! entre parênteses: acho que dá uma boa tese de doutorado saber porque o transporte coletivo é tão inspirador, rsrs...)

Kelly Christi disse...

Pois é quem dera a vida ser assim , numa facilidade ou no sonho de ficar com a malinha recheada de grana... mas a realidade é bem menos glamouroza, como vc. transpareceu neste post.

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com/

Tati disse...

Todos nós já passamos por situacões semelhantes... e quando a gente é expectador, compartilhamos do sentimento.

Leonardo disse...

Não somos os unicos que temos problemas.
Pra falar a verdade o que me da forças pra levantar todos os dias as 6:00 da manhã e ir trabalhar e depois pra faculdade é saber que sempre tem alguem pior que eu e que tem q levantar as 3 ou 4 da manhã!

M.A. disse...

Muito legal o blog! Depois dá uma olhada lá nos meus:

Cotidiano de Mulherzinha (onde externo os sentimentos diários): http://cotidianodemulherzinha.blogspot.com/

e

Arte Vivida (poesias do cotidiano): http://arslucet.blogspot.com/

beijoss

André Poerschke Vieira disse...

muito bom o texto. Gostei do local em que o texto se passou e da forma e os problemas que passou. Parabéns!

http://umdiaentenderei.blogspot.com/

barbaranonato disse...

São tantas as coisas que se passam pela cabeça da gente em viagens de ônibus. Assim como as situações que vivenciamos e observamos... cada coisa, cada história! E essa coletividade acaba por ajudar a voltarmos o olhar pra nossa própria individualidade, talvez por comparação ao que se sucede.
Gostei muito do texto. Me fez lembrar de várias situações pelas quais passei.

Vrilbert Dark disse...

Bem legal esse texto é de autoria sua?

Marcos Costa Melo disse...

Gostei do texto, reflete um pouco os protagonistas do nada, que a grande maioria de nós é.

abraços

Sá,! disse...

Dinheiro sempre ajuda a resolver "problemas" que não tem saída.

Guto Renosto disse...

Gostei. Todos tem os seus problemas

Camila disse...

Nossa, adorei o texto. E concordo, as vezes a gente pensa que é a única pessoa no mundo que enfrenta problemas, mas existem outras pessoas que enfrentam problemas maiores ainda.

beijo.

Camila disse...

ah, e adorei o layout do blog, muito legal.

danilo disse...

Concordo os problemas são diferenciados, cada qual com seus dilemas! Parabéns pelo blog e post
http://danilofutebol.blogspot.com/

Tania Montandon disse...

Bela escrita lírica, tens estilo! Lembra-me o livro Contos de Aprendiz do Drummond, os detalhes, jeito de contar, humor... Muito bom de ler, continue escrevendo!
Parabéns!
http://metareflexoes.blogspot.com/

karina de lima disse...

sempre quando estou no onibus tambem me passa milhares de coisas em minha cabeça .adorei o post

http://www.blogescolhas.tk

Nivaldo Gomes Filho disse...

KKKK TALVES SEJA O MOMENTO QUE FAZ AGENTE PENSAR EM TUDO
O COLETIVO QUE NUNCA CHEGA NO SEU PONTO EU TAMBEM SOU ASSIM E ACREDITO QUE TODOS SÃO KKKKKKKKKK


E BRABO POREMENTREGUE SEUS PROBLEMAS AO SENHOR E VERAS MARAVILHARAS



QUE O SENHOR TE ABENÇOE

Jeh Pagliai disse...

Adorei!
Realmente, nos perdemos tanto em nossos problemas que, esquecemos que podem e existem pessoas com problemas piores... A idéia do coletivo, como forma de encontro com essas pessoas foi DEMAIS!

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

Camila disse...

Fico feliz que tenha gostado do texto que eu postei no meu blog :)

barbaranonato disse...

Passando por aqui novamente para agradecer o comentário feito no meu blog e os elogios que fez a minha forma de escrever. Sinta-se à vontade para dispor do texto; isso só me deixa lisongeada.
Obrigada mais uma vez!
Até a próxima.

PaTTo disse...

Olá...curti seu blog, muito bom mesmo...ganhou mais um "seguidor" e mais um leitor...

Abraços e boa semana para vcs!!

Nyu disse...

Adorei, dá pra se identificar MUITO com a crônica. A linguagem é simples e direta, mas não deixa de passar o necessário, muito legal!
Não consigo pensar em nada a ser melhorado no texto xD
Parabéns =D

Brad Pághanni disse...

Primeiramente, eu gostaria de parabenizar pelo blog e pela sua excelente dicção.
Agora, falando um pouco sobre o texto... Cara, você descreveu quando eu saí de casa!!!!!!!!!!!!!!
rsrsrsrsrsrsrs
Eu saí de casa totalmente iludido, e depois que eu vi que o bicho pega, eu passei a pensar em tudo isso:
relação de namoro...
Faculdade...
Conta com amigos...
Caraca! Podes crer!
Não seria ruim achar uma mala de dólares rsrsrsrsrs

Guill disse...

Realmente o que temos em volta de nossos olhos é tão grande que quase nunca conseguimos perceber o quanto de coisa acontece. Voltar no tempo? Não sei! Acho que será mais surpresa voltar e fazer novamente. Se estamos aqui dessa forma, é porque aprendemos com tudo... E assim que tem que ser. Não é voltar e refazer, mas sim saber o que de bom aprender com tudo.

Estão de parabéns pelo texto, sou novo nessa vida e espero um dia poder compartilhar textos tão densos como o de vocês.
Grande abraço e boa sorte.

Aceito sugestões: http://guillfonseca.blogspot.com/

torradastostadas disse...

como alguém disse ali em cima, acho que a gente tem que ser nosso próprios protagonistas... se ficarmos parando pra pensar no que podia ser diferente o tempo todo, a gente acaba só ficando parado e vendo as coisas acontecerem... claro que é essas suposiçoes sao interessantes, mas... nao devemos ficar presos a uma realidade q nao nos pertece mais

Alice disse...

isso é o bom em viagens em ônibus, trem.. pelo menos pra mim é um dos momentos que mais reflito, que deixo meus pensamentos pensarem o que quiserem.. hehe
o foda é que quando a gente pensa, a gente encontra os problemas e quem disse que encontramos as soluções?! aaah aquela maletinha...

PaTTo disse...

Vou ser sincero com vocês, esse texto com a foto do ônibus lotado, eu me vejo todos os dias...Já a porcaria do celular tocando uma música que virou nojenta de tanto que toca, nada para salvar a noite, em pé, dentro uma sardinha lotada é um maravilhoso mp4 com fones no ouvido...Ahhhhhhh como é bom "relaxar" em seus pensamentos em vez de ficar reclamando para o motorista, cobrador ou a pessoa ao lado de "como está lotado"...rsrsrsrsrs

Enfim, vivo isso todos os dias...

Ótima semana!!

Michelle disse...

Dificilmente eu pego ônibus, é algo raro pra mim. Ainda assim, andando de bicicleta por aí aprendi a observar as pessoas pelas quais eu passo e é exatamente como você disse: a pessoa se distrai e o semblante a entrega.
Quanto aos problemas, eu ri quando li sobre sua solução imaginária porque isso é algo tão comum! Diversas vezes eu só quis me teletransportar pra outro lugar ... enfim, coisas impossíveis parecem ser as mais fáceis de imaginarmos. O mais importante é não entrar em desespero e encontrar um meio de ir resolvendo os problemas aos poucos. Boa sorte pra nós!! ;)

Lara Americano disse...

São fatos e momentos do nosso dia a dia que realmente acontecem e estão registrados aqui, muito bom o post, às vezes também gostaria de voltar no tempo como em efeito borboleta, mas foram os erros e acertos que me fizeram ser quem eu sou.

Bom como estou começando nessa coisa de blog, gostaria de divulgá-lo aqui, sem ser chata :D

http://lara-parameninas.blogspot.com/

Obrigada ;)

Hugo Grokskreutz disse...

Legal a história!
Tem continuação? rs
Abraço!

www.eitabagaceira.com

eu mesmo disse...

Queria poder encontrar uma mala com dolares também.

Mayara Facchini disse...

Por vezes à noite eu também reparo nas feições das pessoas e penso que também não é só comigo. Muito bom.

Leandro Danúbio disse...

É sonhar não custa nada, a vida é difícil para todos, mas temos que seguir adiante em busca da conquista.

Simplismente, perfeito o texto, li do começo ao fim, esse cara escutando panamericano rsrsrs

Estou seguindo o seu blog, agradeceria se seguisse o meu.

G7 Notícias: http://g7ceara.blogspot.com/

socialmedia disse...

Muito bom esse seu conto, e pelo número de comentários seu blog já é um sucesso,hein? Porém parece que apesar dos bons contatos você ainda não explora bem a publicidade online nele, para te permitir gerar algum lucro advindo dele. Para isso uma dica que damos é você participar de algum programa de afiliados, como o da Lomadee , para começar ganhar com a visitação de seu blog. Conheça mais sobre Marketing de Afiliados no link mais abaixo.


http://blog.lomadee.com/2010/10/marketing-de-afiliados-uma-poderosa-ferramenta-ao-alcance-de-todos/

Imperator Fatalis disse...

Fantastico! quase uma telepatia, pensei praticamente as mesmas coisas dia desses no ônibos.

genial cara!

♥♥NaNnA BeZeRrA♥♥ disse...

Será esse um lugar comum?
Sim. Todos vivemos essa catarse da vida! Nos flagelamos com dores próprias e as alheias. A grana q n deu. O amor q n rolou. O amigo q se foi.
Focamos tanto nessas coisas q esquecemos de olhar pela janela, observar a vida colorindo-se , e deixar o espírito aquietar-se aos poucos.
Contra o obvio não há quem possa, já dizia meu avô, mas eu reiventei minha vida, me livrando dos dilemas. Hoje vou na: JÁ QUE TÁ DEIXA!
e vamos simbora que o tempo urge e a sapucaí é grande!
texto muito bom...aliás,
voce é bom, menino...
abraços aê!

Calcanhar de Aquiles disse...

Lendo essa postagem encontrei em vários momentos comigo mesmo.

Muito bacana o uso que você faz desse espaço.

Retribuindo deixo aqui um abração do amigo "Calcanhar".

disse...

Onibus sao excelentes lugares para se transportar ao mundo das ilusoes... Ainda mais quando se esta no fim de um dia cansativo, sentado em meio a estranhos; os pensamentos voam longe e é quase um exercicio de desligamento do corpo!!!
Se a viagem for longa entao, ohh...

Beijoss

MikaelMoraes disse...

mto bom texto, parabéns

visite-nos e comente tmbm

http://mikaelmoraes.blogspot.com

Raissa Zylberglejd disse...

Sempre isso aocntece comigo nos ônibus! Hahahahaha
Adorei o texto (:

A Q U I disse...

Que texto doido.

Bom mesmo, estilo sagaz.

www.onibusazul.blogspot.com

paz!

José

alusaocotidiana disse...

É realmente nessa hora que penso mais sobre s coisas, mas sinceramente o barulho de alguma musica alta tocando no ônibus me tira do sério, não dá para pensar direito..

Sorriso San disse...

a versão original da música irritante é, na verdade, tipo um blues bem bacana.
ouve aí:
http://www.youtube.com/watch?v=MUd-YP0Dt80