segunda-feira, 26 de abril de 2010

Quero ver...

Não há como criticar... Querer melhorar de vida é algo inerente a qualquer ser humano. Sonhar afinal, com coisas acima de nossas possibilidades... Quem não gosta? Até eu que sou mais bobinho gostaria de ter aquele Ipad novinho...

Porém, é triste constatar em certas pessoas, um certo brilho - o brilho da cobiça – no olhar. Passam a vida querendo mais, sempre muito mais, fazendo isso ou aquilo para suprir uma necessidade fútil na grande parte das vezes.

Talvez de nascença, com certa cultura – não necessariamente à dos livros, mas caso seja, ótimo, uma certa vocação para o bom gosto e alguma sensibilidade, é só olhar em volta com atenção, mas não só com os olhos; que para aprender, é preciso usar os cinco sentidos e sobretudo os outros, aqueles que não têm nome.

Grande parte prefere o óbvio. Antes de ir ao teatro ou ao cinema, lê a critica e já chega ao evento com opinião formada. E quando resolve tecer algum comentário a cerca, analisa quase tudo, afinal, já leu sobre e simplesmente repete. Nítido papagaio de pirata. Sim, existem, e aos montes.

Igual a nota de 3 reais, está cada vez mais difícil encontrar alguém por ai que tenha uma opinião pessoal para fornecer – mesmo que errada - sobre seja lá o que for. Todos gostam dos mesmos roteiros para férias, as mesmas músicas, os mesmos ringtones, os mesmos filmes, restaurantes, carros, relógios, animais exóticos, tatuagens... A lista para a falta de originalidade é grande, melhor cessar por aqui...

Como seria bom encontrar alguém para conversar que não tenha medo do politicamente incorreto. Não concorda com homossexuais? Exponha sua opinião! (Um exemplo). Contanto que seja sua opinião, seu pensamento, e não aquilo que ficou combinado moralmente, que não seja o pensamento uníssono, tão aceito por ai. Que tenha coragem afinal, para confessar sua ignorância quando necessário, diante de certos assuntos. Assim como, ter a coragem para, diante de certos assuntos, dependendo dos argumentos, ser humilde para voltar atrás e concordar.

Só se valoriza o que é único! Que graça tem rasgar os continentes dentro de um avião, e comprar a mesma mercadoria que temos por aqui, lá no outro extremo do mundo? Aliás, agora, qualquer camelô tem pra vender, com etiqueta e tudo...

Cada pessoa é especial por isso, por ser única. E é ai que acontece o amor; Tal pessoa é única em seus traços, em sua personalidade, em sua inteligência. Quer falar de interatividade? Que tal iniciarmos uma campanha, tipo as do twitter, algo como #unicalíssimo, para ver se as pessoas começam a se destacar nesse mundo cada vez mais homogêneo.

A questão não é ser mais, nem querer ser diferente disso ou daquilo: O lance é ser único! E nós, do Além do que se Vê tentamos sempre ser assim...

Guttwein,T.

Além do que se vê...

Nossas postagens via FEED no seu email!



36 Opiniões:

Millena Blogueira disse...

Parece que tudo ficou padronizado e rotulado, as pessoas são iguaizinhas.
O diferente é discriminado e apontado por não ser igual ao demais.

A Mimada de disse...

As pessoas cada vez mais seguem padrões e regras inuteis.
Que não iram ajudar a valorizar o mundo onde vivemos...
Devemos nos desprender de certos padrões e quebrar certas regras, para que um dia possamos ser'UNICOS',cada um com seu padrão e fazendo e vivendo as suas regras.
'bjus

visita: http://www.bebellima7.blogspot.com/

David disse...

Se alguém for original e todo mundo gostar, logo começam a copiar e para continuar a ser pessoas originais teríamos que criar outra coisa diferente não é? Mas se as pessoas não gostarem, não copiarão. Então o que fica original por mais tempo é aquilo que acaba sendo desprezado pela maior parte da população.

degaragem disse...

Como por exemplo ler os comentários antes de ler o texto e tecer o comentário em cima do que os outros falam.. alguns adoram :)

principalmente se o comentário for pequenino.

Mas o que falar, hoje temos todas as facilidades que nao tínhamos antigamente... graças a era da tecnologia, informação e conteúdo, seja ele útil ou não.

Mr. Andrógyni-# disse...

O lance de querer e não poder já foi, "Todo homem e toda mulher é uma estrela", podemos tudo, é só saber como, e nunca interfirindo no livre arbítrio de ninguém !!!!


http://dupladameianoite.blogspot.com/

Wander Veroni disse...

Esta aí: falta personalidade e originalidade. Mas, bancar isso tem suas glórias e vaias que nem todos tem coragem para fazê-lo. Parabéns pelo texto!

Abraço,

http://cafecomnoticias.blogspot.com

C.Beê! disse...

A gente vive num sistema que produz tudo em massa. É uma grande fábrica de tendências, opiniões, preconceitos, padrões. e tudo caminha ccada vez mais para que as pessoas façam parte dessa produção louca.
Produz-se estilos, identidades..Queremos ser diferentes, mas queremos fazer parte de um grupo.
Até a prórpia 'originalidade' virou produto. " seja original, use esta merda"
o desespero se esconde atrás do " eu sou original"
Perdemos tanto tempo tentando assumir identidades, de engomar a casaca, que esquecemos do nosso centro...E ele acaba apodrecendo...
:(

Azul Xadrez disse...

parabéns pelo blog.

Mayara disse...

Então, não tenho palavras para dizer o quanto gostei desse blog e o quanto valeu a pena ler esse texto, pois realmente isso acontece e vou ter a coragem de dizer que muitas vezes já fiz isso, afinal, muitas vezes temos medo de sermos rejeitados pela sociedade não é? Então agora eu meio que estou ousando em algumas coisas, mas ainda sim existem certos momentos onde eu falo o que eu já vi e depois eu mudo minha opinião pois analisei direitinho e vi que não concordava, e também, estou aprendendo como o melhor é ser você mesmo, assim tem mais conversa, mais gostos novos para aprender e mesmo que você nunca tenha visto ou ouvido falar naquilo, você pode aprender e aí formular o que você achou, porque nunca vamos agradar a todos não é? Enfim, amei aqui, parabéns (:

gAng disse...

cara vc flw tudo
eu tento ser o mais eu possivel, tentando nao ser levado pelas ondas e modas
ser único, é razao de viver

Pólux disse...

Concordar???
Desde quando sexualidade carece de aprovação???????????????????????

Pobre esponja disse...

Papagaio de pirata é o que mais existe... o primeiro veio com Cabral e se reproduziu...
Melhor ser uma ave rara: ninguém vê, sabe que existe e nada se assemelhará...

abç
Pobre Esponja

Francorebel disse...

Concordo com o Pólux, que diz sobre a sexualidade, que é algo que não se pode discutir ou concordar... manifestar-se "contra" pra mim, parece homofobia.

Chris disse...

Patrecem que quantomais tem, mais querem e no final eles meio que padronizam o meio de vida, querendo que todos sejam iguais e futeis.

MR disse...

No dia que a sociedade entender que regras e padrões foram coisas determinadas por nós msm e que isso pode ser quebrado ou modificado a qq instante, será mais facil conviver e entender o hj, dito tão diferente!

Marilis Dutra disse...

Meu que texto é esse, MARAVILHOSO
adorei pegou num ponto chave do que nós os seres humanosnos tornamos uma cópia do outro...

acabamos nos tornandos assim graças a mídia, asociedade assim para sermos "aceito e Admirado" pelos que nos rodeiam...

um exemplo de todos serem iguais é as bandas de rock, são todas iguais parece que escutamos amesma musica só muda o "personagem" que esta cantarolando...

Muito Bom!!
Párabéns pelo post

Gabri disse...

Eu sou uma pessoa de opinião bem forte, e eu já arranjei muita confusão na vida pq expûs minha opinião e os outros não concordaram. Aí, eu passei a esconder o que penso, pq ganho mais. Eu sou um pouco diferente da maioria das pessoas da minha idade, e algumas dessas pessoas parece que ñ entendem que existem personalidades diferentes, que ñ seguem modinhas.

Nossa, texto massa, agora vai no meu blog?!

kkkkkkkkkkkkkkkkk, sorry, não resisti em fazer isso. =PP

Bjos.

lorrayne t. disse...

Complexo e realmente difícil encontrar alguém com personalidade, opinião própria sobre as coisas que acontecem por aí.

jefhcardoso disse...

Meus amigos blogueiros, pensei em uma maneira de falar e homenagear a todos que tanto vêm me incentivando com o carinho e apoio que me doam.
Escrevi uma crônica pensando em nós blogueiros. Falei sobre o que penso ser o blog para nós. Você pode concordar ou discordar; pode também acrescentar; mas não deixe de opinar. Leia e entenderá por que a sua opinião é indispensável para mim e para todos blogueiros.

Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Betty Gaeta disse...

O mundo homogêneo seria muito chato, mas nem por isto precisa ser politicamente incorreto. Atacar homossexuais, negros, mulheres, isto é politicamente incorreto, não é ter uma opinião formada sobre um assunto, mas ter um opinião deformada.

Canto do Lufa disse...

É verdade as pessoas estão cada vez mais vazias. Sem opinião. Ou melhor com opiniões iguais.
Triste ver o homem maquinizado

Daniel Silva disse...

é complicado, Gutt. tá cada vez mais difícil se destacar no meio dessa mesmice toda. quem não quer mais do que tem?

outra pergunta. quantos seguidores! comofas? hehehe

abraço

Claudia Halley disse...

gostei do seu geito de escrever, e do blog em geral.

Fabiana Folly disse...

Ok, esse texto foi foda! Adorei.
O que acontece é o seguinte na minha singela opinião: Ninguém respeita a opinião de ninguém! Nem se tratando de sexualidade, religião ou qualquer que seja o assunto transversal. Se uma pessoa não concorda com o homossexual ela é homofóbica?(veja bem, concordar ou não concordar com uma opção sexual não é atacar nem denegrir a imagem de ninguém, apenas uma opinião)se eu não sigo uma religião padrão eu não sou filha de Deus?
Eu acho que sempre deve haver respeito mútuo em se tratando de opinião alheia. Eu tenho meus conceitos e minhas convicções e gostaria de ser respeitada, assim como respeito uma opinião e escolhas diferente da minha.

Beijos!

Daniel Senos disse...

Parece que a sociedade passa por um processo de padronização cada vez mais compulsório. A mídia dita o que devemos vestir, consumir, beber e etc. Bom saber que existam pessoas que também se sintam peixes fora d'agua!

Camila Passatuto disse...

O problema é que a grande maioria tem preguiça de pensar...se ouvi fulano falando aquilo, tão mais fácil repetir. E assim vai se formando a grande bola de neve.


*Ah, respondendo a pergunta que deixou no meu blog: Sim, conhceço Teatro Mágica, mas só por cima sabe. As letras são boas, mas o estilo não me agrada, fico sem paciência de ouvir."

Até mais e sucesso no blog. =)

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,

A vacina contra Influenza H1N1, vírus que já matou 1.632 brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil para pessoas com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. A vacina foi testada, é segura e já foi utilizada por mais de 300 países do Hemisfério Norte. Sábado, 24, começa mais uma etapa da campanha, voltada agora para a vacinação de idosos com doenças crônicas. No entanto, a população das outras etapas - jovens de 20 a 29 anos, grávidas, crianças maiores de 6 meses a menores de 2 anos e doentes crônicos com menos de 60 anos - ainda podem procurar os postos para se vacinar.


Por isso, é muito importante contar com a sua colaboração! Você pode ajudar por meio de materiais que disponibilizamos especialmente para blogs.

Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br

Atenciosamente,
Ministério da Saúde

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,

A vacina contra Influenza H1N1, vírus que já matou 1.632 brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil para pessoas com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. A vacina foi testada, é segura e já foi utilizada por mais de 300 países do Hemisfério Norte. Sábado, 24, começa mais uma etapa da campanha, voltada agora para a vacinação de idosos com doenças crônicas. No entanto, a população das outras etapas - jovens de 20 a 29 anos, grávidas, crianças maiores de 6 meses a menores de 2 anos e doentes crônicos com menos de 60 anos - ainda podem procurar os postos para se vacinar.


Por isso, é muito importante contar com a sua colaboração! Você pode ajudar por meio de materiais que disponibilizamos especialmente para blogs.

Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br

Atenciosamente,
Ministério da Saúde

Miih disse...

é verdade hoje há muitos bonequinhos de plasticos q só falam e agem como o já programado. O que falta é coragem para falar o que realmente pensamos sem temer o repúdio e julgamentos das outras pessoas.

Gabri disse...

Deixei um selo pra você no meu blog. olha lá ;]

Beijos

Kimura disse...

O conteudo de seu blog é bem interessante, meus parabéns e me desculpe pela invasão.

Te convido a conhecer o conteudo de meu blog, espero que goste também.
Abraços!

Kimura.
http://kimuratorredevidro.blogspot.com/

O Volume Único disse...

Muito interessante.
Nós precisamos ouvir isso.
Ter esta visão no dia-a-dia
para concordar e ver que não é só um texto.
Você está certo,
necessitamos viver isso.

vou twitter agora
sua ideia. ;D
(www.twitter.com/ovolumeunico)
(www.twitter.com/solucas_)

veja tbm
www.ovolumeunico.blogspot.com

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Nelson Rodrigues, já dizia que a Unanimidade é burra.

Maria Luísa disse...

e como tentamos viu!!

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,

A vacina contra Influenza H1N1, vírus que já matou 1.632 brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil para pessoas com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. A vacina foi testada, é segura e mais de 300 milhões de pessoas já foram imunizadas com esta vacina no Hemisfério Norte. Sábado, 24, começa mais uma etapa da campanha, voltada agora para a vacinação de idosos com doenças crônicas. No entanto, a população das outras etapas - jovens de 20 a 29 anos, grávidas, crianças maiores de 6 meses a menores de 2 anos e doentes crônicos com menos de 60 anos - ainda podem procurar os postos para se vacinar.Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde

Luciano Costa disse...

Realmente falta originaidade...
E muitas vezes quando tentamos mudar somos criticados por todos.