segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Prometa que vai tentar...


Sem moralismo. Nós costumamos lutar pelas conquistas sociais, pensamos no bem geral, na justiça entre os homens – mas sabe até que ponto? Até onde toda essa gama de ideais não interfiram nos nossos interesses pessoais...essa que é a verdade!


Eu provo!


Qual o motivo de escolha do seu candidato? Talvez, por exemplo, ele tenha prometido lutar para que você, mulher, tivesse o direito de ficar 4 meses em casa depois do parto.


Tenho uma conhecida que tem empregada em casa... ela adora a mulher, até porque trata os filhos da patroa como se fossem seus. Os serviços de casa nunca foram objeção ou motivo de discussão entre elas. Mas pergunto: Será que ela (patroa) ficou realmente feliz quando soube “de surpresa” que a empregada estava grávida? Ou lá no fundo, ela pensou que a empregada não precisava inventar esse filho logo agora? (O bebê esta previsto para começo de Dezembro, e portanto, a empregada vai deixá-la sozinha no Natal, no Ano Novo e no Carnaval, e ainda por cima nas férias).


Não está satisfeito(a)? Ficou meio vago? Vamos lá...


E quando você vai a uma festa daquelas, no sábado, e domingo, em pleno horário de verão, as 9 da matina, bem na porta da sua casa, estaciona um caminhão de som convidando a todos os moradores da região para uma festa na paróquia mais próxima... com direito a muito discurso em prol da região e música popular (lê-se samba)... pergunto: Dá pra ir lá fora e dizer o que você realmente pensa a cerca do convite, dizer “na lata” o que passa pela sua cabeça? Ou é melhor ficar calado pra não ser tachado de nazista!?


Certo,certo...


Vivemos num país desigual...fato. E você que pode ir a shows dos seus artistas prediletos, naquelas casas de shows bacanas, deveria se sentir um privilegiado. O Estado de São Paulo, anda com os tais “projetos culturais”, em paralelo a essa situação, querendo integrar a população com manifestações artísticas a custo zero. Sábado, domingo, feriado... bravíssimo!

Pergunto: Um desses palcos é a 50 m da sua casa, e todo fim de semana, enquanto a galera vibra,canta e dança com o Zé Ramalho, ou o Mano Brown, você, que trabalha a semana inteira e tudo o que queria era silêncio para por a leitura em dia, opa, só lembrando que foi quem votou no tal candidato que promoveu e agora integra a população dessa forma, levando alegria a massa... enfim, você; amaldiçoa o evento e torce para cair um raio bem no meio da aglomeração ou fica feliz, vendo o povo contente nas ruas?


Difícil ter coerência diante de todas essas situações não é mesmo? Ainda mais quando nosso sono, nossa casa, nossos filhos ou nossa vida é que está na reta... Mas se você não tentar... Eu não sou nenhum Dalai Lama, aliás, muitissimo pelo contrário... mas eu tento diariamente exercitar minha paciência diante dos infortúnios do dia a dia... nem sempre funciona, mas isso não vem muito ao caso! Só a reflexão já vale...rs

Guttwein,T.

73 Opiniões:

Karina Costa disse...

belO post.
gostei mto da imagem!

um bjo até mais.

Bruno Alves disse...

No meu ponto de vista cada cidadão tem o seu direito ,seja ele empregado ou patrão.
Afinal quem nunca sofreu algum tipo de discriminação ,infelizmente a sociendade é infeliz em seus atos...
Um mundo consciente é a mais pura ilusão do do tão famoso ser chamado "humano"

Werner, M.A disse...

bela reflexao, parabéns.

moderação cruel disse...

a grande verdade é que enquanto um politico quiser impressionar a população, a primeira coisa que ira fazer é gastar o dinheiro dos impostos com algum assistencialismo pra classe baixa, ao inves de pensar em soluções eficientes pra todos

sou do blog renegadas, e tinha pensado que vc me caloteou

minhas desculpas

Karina Kate disse...

Belo post, mas no final vc avacalhou tudo. Pos só a reflexão não vale! vale falar, botar a boca no trambone sim, abrir os olhos de muita gente indignada, mas que nao toma atitude tambem.

1 Lênin 1 Blog! disse...

na minha opinião nada mudou nos ultimos 100 anos, só fez a volta, muita coisa ainda ta errada nese mundo!

cerebro-musical disse...

De fato, tudo o que você citou no texto é a mais pura verdade. Apesar de queremos o bem geral, sempre visamos nosso bem pessoal primeiro. Infelizmente, isso é inevitavel. Porque antes de viver para os outros, necessitamos viver para nós mesmos!

Arnek disse...

Acho que devemos pensar primeiro em nos depois nos outros sem sermos egoístas.

http://midiasocialbrasil.blogspot.com/2

Avassaladoras Rio disse...

Queridos amigos avassaladores...
Minha avó era uma sabia mulher e falava atraves de ditados populares, para tudo ela sacava um de dentro do avental... Para este post seria com certeza: "Farinha pouco, meu pirão primeiro."

Flá Romani... disse...

Sobre política prefiro não opinar, mas gostei do post, bem crítico. Parabéns

Blog Ten disse...

Muito bom!

Seu Zé disse...

Todos tem direito a paz, principalmente em um final de semana, ninguém tem direito a atrapalhara vida de ninguém.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.com.br
www.twitter.com/blogdorubinho

Eduardo o/ disse...

fatissimo

*-----*

bom texto boa forma de explorar o assunto

^_^

se puder passa lá

http://oarlecrim.blogspot.com/

Danton K disse...

todo mundo é um pouco assim. mas hj em dia ninguem reclama. pra reclamar do senado, o povo faz um abaixo-assinado virtual, por exemplo. eu mereço...

Alice Daniel disse...

O ser humano é egoísta por natureza. Um belo exercício para mudar isso é a paciência com o próximo. Poucos tem essa oportunidade. Às vezes é preciso uma pedra no caminho para repensarmos nossas atitudes.

Victor Augusto disse...

legal seu blog...
parabéns!!

Dalete disse...

Como dizia Paul Valéry “Os homens se diferenciam pelo que mostram, e se parecem pelo que escondem.”

Rogerio disse...

tentar tentamos...mas se conseguimos e outra coisa ....mas esse storia da festa penso se acontecer mesmo...todos ir la e dexar vc...da raiva eeee

Geninho disse...

nuss... muito bom! parabéns!
www.gengivadevaca.com.br

ALIMAC disse...

Se a pessoa ta no seu direito. tem que falar, tem que reclamar. não é pra aturar falta de respeito não.


www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

O mundo de cada um disse...

A partir do momento que a liberdade de um prejudica a liberddae do outro, acho que as partes tem que sentar e conversar, é minha opinião.

Uma princesa disse...

Muito interessante esse blog...
Casal mara, como dizem... rsrs
Adorei mesmo... Bjiinho :****

Uma princesa disse...

Muito interessante esse blog...
Casal mara, como dizem... rsrs
Adorei mesmo... Bjiinho :****

Leal disse...

Gosteei mto do blog
interessante o tema
bjj

Bandeira disse...

o mundo é assim desde d quando me conhoço como gent
acho dificil as pessoas pararem de penssar só no seu umbigo
é um assunto meio q complexo para discutir em apenas um comentario entendi

MEDO disse...

É... Às vezes escolhemos por conta própria nos foder sem darmo-nos por isso. Ou não... O que nos parece bom vira-se contra a nossa vaidade e vai embora!

Sei lá...

30 e poucos anos. disse...

Realmente precisamos exercitar a paciencia para mantermos em harmonia.

Wellington disse...

Pseudo post foi demais! Meu blog tem muito disso também! hehehe Mas, então! Eu tinha um clube bem distante da minha casa assim como tenho na cidade em que moro e quando tem show fica chato pra dormir! Esses carros de propaganda acho quem em vez de chamar deixam a maioria irritada com a má qualidade da propaganda e o incomodo ao sono e ao silêncio dentro de casa! Mas, fazer o que né? Acho que isso não acaba tão cedo!!! Mais facil mudar pra um bairro fechado com muros!!! ^^

Abraçoss

neowellblog.wordpress.com

erika disse...

resumindo:
É egoísmo puro mesmo!
todos tem, uns + outros -
mas adoramos olhar pro nosso próprio umbigo!
abçs!
gostei do blog!

http://comunidadejusticaeretidao.blogspot.com

PONTO FINAL disse...

Realmente interessante....a verdade é que vc esta certo e somos pessoas egoístas...no fundo só pensamos em nós mesmos e no nosso bem...mas...somos mais egoistas ainda para admitir isto!!!!
Òtimo Blog!!!!
ass:PONTOfinal BlOg

Jeniffer Yara disse...

Nem sempre funciona,ma a reflexão já vale..rs

Vale mesmo!

Bjs!

Romero Cezar disse...

Belo post, ótimo blog que une conteudo e imagem vlw

http://www.romeroviuassim.blogspot.com/

Théo Borges disse...

Realmente gostamos mesmo é de criticar... além do mais, só lutamos para nosso interesse, por mais 'socialistas' que sejamos, no fundo, o objetivo é nos darmos bem.

belo post.

visite-me: www.leituraopinativa.blogspot.com

Inez disse...

Estou constantemente exercitando minha paciência, mas tem coisas que irritam não tem jeito.
Aos sábados tem um restaurante que não é muito perto da minha casa, como eu moro no último andar do prédio é como se o som estivesse dentro do meu quarto, muitas vezes o tal pagode vai até as 5 horas da manhã, não há paciência que aguente né!
Em muitos casos temos que pensar no bem comum só que é necessário que esse bem comum seja bom para todos.

Rato negro disse...

legal

***Marybonekinha*** disse...

infelismente o mundo vive de interesses....

deviamos lutar mais confiantes em nossos objetivos....


te encontrei no orkut...

visite o meu tbm se possivel

maquiagens http://sentimentosreias.blogspot.com/
musica anos 80 http://romanceinmusic.blogspot.com/
comentem e siga

Nina-Khos disse...

noss...adorei seu post! mto bom seu blog!Parabéns....
to seguindo!
bjaumm

Nando! disse...

Em geral as pessoas são muito egoístas! Se estiver beneficiando elas, está tudo bem, caso contrário! Já sabe neh!

Richard disse...

Complicado!
Se não houvesse um movimento cultural, todo mundo estaria reclamando! Aqui em Maceió a revolução cultural está acontecendo, mas algumas coisas irão incomodar.
Fez-me lembrar de uma quadrilha junina daqui que sempre que começam os ensaios, os vizinhos denunciam à Policia, mas quando foi entrevistada pelo Evaristo Costa do Jornal Hoje, o conjunto encheu de gente e todo mundo falando bem da Quadrilha Rosa dos Ventos.
Como diz o meu vizinho bebum: É uma faca de dois legumes

iti disse...

todos temos nossos motivos..
http://www.maquinazero.com.br

MILTOXI disse...

Ola, vim retribuir a visita e dizer que curti muito o blog de vcs... espero-os sempre no www.miltoxi.blogspot.com e se desejar parceria so falar la q trocamos banners! Abraços...

Habib Sarquis disse...

É o preço da democracia. Os direitos são iguais para todos. Excelente post.

Blog: Cultura Dinâmica - www.culturadinamica.wordpress.com

Luiz Lukas disse...

Certinho, o nome que se dá a isso, segundo minha opinião, é hipocresia ou apenas uma decisão insensata! a primeira é meio que influenciada e porque acha que nunca vai acontecer, a segunda é porque simplesmente não parou para pensar sobre as consequencias...
enfim, isso acontece muito em todo lugar. fato!

maneiro seu blog...
p.s.: como faz para proibir copiar os textos?


abraço

http://luizlukas.blogspot.com/

Aleixo disse...

não queira que as pessoas pensem em você, todos somos assim, no nosso momento de alegria ficamos cegos e não conseguimos olhar para dentro do outro que está do nosso lado. Nos preocupamos com a nossa felicidade apenas. Quando esse momento repentino de felicidade acaba... puft, começamos (talvez) a pensar nos outros.

Nova Quahog disse...

SOMOS CONDICIONADOS A CERTAS COISAS POR FAZERMOS PARTE DE UMA SOCIEDADE DE MASSA...

E QUANTO A PRATICAR AÇÕES SOBRE NOSSOS INTERESSES, NO FUNDO É SEMPRE ASSIM: ALGO É BOM PRO COLETIVO E É BOM PRA GENTE? NÃO, ALGO É BOM PRA GENTE E SE O COLETIVO ACEITAR MELHOR AINDA.

NÃO É CERTO CALAR-SE DIANTE DE TUDO, TÃO POUCO FALAR O QUE PENSA SEMPRE QUE TEM VONTADE!

ID, SUPEREGO E EGO EXISTEM PRA ISSO :D

::mônica:: disse...

o blog é ótimo!
Parabéns! =)
quero ler com mais calma!

Alexandre Melo disse...

legal a materia

Escorpiana disse...

É verdade sim... certa vez votei em um candidato só porque meu ex (ex graças a Deus), me pediu... ele era sargento e o candidato era militar e prometeu vantagens... infelizmente acabamos votando de acordo com nossa conveniencia...
parabéns pelo blog.

O Jornal Tresler e a Espiral do Silêncio disse...

Seu blog está no fio da navalha entre aqueles profissionais super-badalados e aqueles amadores. Queria estar no mesmo lugar (risos).

A respeito do seu texto: é justo, mas é um saco. Ou: seguir a lei para viver em sociedade dá dor de cabeça.

Abraços

Bruna Cabral disse...

Realmente, tudo que nos tira da nossa zona de conforto nos atinge exageradamente.

Ótimo blog.
bjo

Rebecca Albino disse...

Pois é, uma questão complicada. Tendemos a preservar o que é nosso, é do ser humano tentar buscar o que é melhor para si e para aqueles que o cercam (principalmente família).

Contudo, sou da opinião (e aí também não vou pagar de santa e dizer que não tenho meus pensamentos nazistas) que temos que buscar o melhor como um todo, mesmo que esse todo nem sempre nos abrange. Acho que há de se praticar o bom senso para tomar as atitutes acertadas — ter paciência na hora de tomar decisões e ter ciência de que, pensando em sociedade, as coisas vão fazer bem para si também.

É isso! ;)

Igor Feijão disse...

Maneira a reflexao! Bem pensado =D

Ana Lucia Nicolau disse...

gosto da forma como você coloca em discussão a sua forma de pensar sobre os assuntos das postagens...
abs

Francorebel disse...

Devo confessar que fiquei com um pouco de medo do seu Blog... mas agora já passou... estou percebendo que ele é massa!... Valeu!

Wênderson Bessa disse...

realmente.. vc relatou a mais pura verdade..

lutamos por direitos.. nossos direitos "que nos convém" rss..

eu particularmente concordo com seu ponto de vista..

parabéns pela bela postagem amigo!

Lilian Negrini disse...

Gostei muito. Realmente o outro pode ser feliz, desde que não interfira na minha paz. Egoísmo praticado por todos nós, o tempo todo. Realmente, haja paciencia pra ser um humano bonzinho. Haja altruismo com empregados, vizinhos, carolas, padres e santos. Afffff, ilha deserta? Eu topo!!!!

Daniel Blankman disse...

isso é uma realidade nacional.
as patroas acham que são donas da empregadas, domésticas, secretárias ou seja lá qual for o nome que derem a elas.

www.sarau2eteres.blogspot.com

Daniel Lima

TeXucoO disse...

Bom, eu acredito que pra que um seja beneficiado o outro será de alguma maneira 'prejudicado'. Acredito que seja assim em qualquer situação.

Beijos

kbritovb disse...

na real num li o texto
mas vai ter churras sim \o/
quero ver vc vim então
é em bragança pta conhece?

Newton Flamarion disse...

post legal abra'co

Rapha disse...

O mundo é assim mesmo fazer o que.

Rapha disse...

O mundo é assim mesmo fazer o que.

Ingrid C. dos Santos disse...

Ameei o blog..e o post tá perfeito..parabéns!

Silvio disse...

As pessoas são o que são. Todos temos um ponto diferente do outro.

Parabéns pelo blog e sucesso!

Blogueira disse...

A verdade é que o mundo é meio egoísta pensamos nas coisas com privilégios pra nós não se importando o quanto prejudicará o outro.

Esther cyrraia disse...

essa relação é muito complicada, simplesmente pq na maioria das vezes esperamos retorno de qualquer migalha que damos para alguém e há pessoas que nem dão e ainda assim cobram...

tem selo pra vc lá no blog viu???
com muito carinho!!

xeru

Francorebel disse...

O jeito talvez seja encontrar o ponto de ligação entre o que eu quero e o que os outros precisam... valeu!

Gustavo Santiago disse...

Guttwein,

Depende muito do lugar que você mora né?
Quem mora em uma montanha, de frente para um vale, não tem esse problema.
Agora para nós, que moramos perto dos grandes centros, ou até mesmo na cidade onde tudo acontece, temos que aprender a conviver com isso.
Acho digno o governo (independente de quem dirige, de quem eu votei) fazer esses projetos culturais. Em exemplo aqui em São Paulo é a virada cultural, que é para todos os públicos. Mas para quem mora na região central, e não se envolve no esquema, odeia. Mas paciência, se a pessoa quer morar no epicentro de uma das maiores metrópoles do mundo, não pode pedir que um passarinho verde venha cantar na janela do seu quarto pela manhã.

MKTfocus

Vini e Carol disse...

Bom, o país é desigual sim, em termos.
Mas cada um tem a opção de falar o que quer, e o que quiser.
Usando seu parágrafo sobve a festa, se EU tivesse algo para falar, mesmo afetando muitos, falaria.
Além de estamos em um país desigual, estamos em um país onde o POVO não tem atitude.
E por medo, deixam de falar o que querem.

Cláudio Luiz Almeida disse...

Neste ponto eu não tenho nenhum problema: sou fã do Nietzche, amoral e interessado principalmente no meu bem estar. Não acredito na caridade e sim na luta individual para o PRÓPRIO crescimento.

Esse blog é muito bom mesmo! Parabéns!

Blogueira disse...

O país é desigual e nos acomodamos com isso, pois não tomamos atitude e nem a exigimos.

Guilherme Lombardi disse...

infelizmente no Brasil nos ainda vivemos e crescemos numa cultura individualista! Devemo educar as próximas gerações para que pensem no bem estar de si e de um coletivo (outras pessoas)

Pobre esponja disse...

Meu relógio precisa da areia da Guanabara toda...queria que meu disse tivesse 48 horas.

abç
Pobre Esponja