sábado, 12 de setembro de 2009

União (Ins)Estável ...


Observando muitos casais amigos meus, e claro, inclusive meu relacionamento, cheguei a conclusão do porque é interessante casar: - Oras, a quem mais, se não o nosso par, vamos atribuir culpa de boa parte de nossas covardias e impotências? Assuma, fica menos feio...


O homem jogará a culpa na mulher, filhos e no casamento, por ter desistido de ser aquele aventureiro cinematográfico. Fato. Porém, a acusação velada torna-se menos decepcionante para si mesmo quando diz:


- “Eu posso não ter coragem, mas só porque você é meu maior impedimento para alcançar tal coisa”


Bom, nós homens somos quase sempre assombrados por incríveis devaneios de grandeza – sabem, talvez culpa de nossas mães, que nos dizem que um destino inalcançável e extraordinário praticamente já esta traçado para nós... Assim sendo, torna-se cômodo, de tão óbvio, alegar que a mulher com quem casamos ou vamos casar, foi nosso impedimento para tantas (e imaginárias) realizações.


MAS, não são só nós, homens, recriminamos disfarçadamente nossos fracassos...


As mulheres também sonham, não poderia ser diferente... Há, a dona de casa que “acusa” o marido, o casamento e os filhos por elas terem renunciado a tudo em nome deles (uma vida profissional melhor, por exemplo), essa, que teria dado a ela uma fonte maior de alegrias. E claro, há, sobre tudo, o eterno sonho romântico de amor avassalador, incomparável, irresistível, do qual, justamente, elas desistem por causa do marido, casamento e dos filhos.


Felizmente, esse eterno fogo cruzado não é a causa maior para gerar divórcios... pelo contrário, é o que acaba fazendo a força do casamento (por incrível que pareça), porque, por detrás das “acusações veladas” do tipo:

- “É por sua causa que deixei de realizar meus planos

Deve-se ler:

-“Ainda bem que você está aqui do meu lado , fornecendo-me assim uma desculpa – sem você, eu teria de encarar a verdade, e a verdade é que eu mesmo não paro de trair meus próprios sonhos ”.


No geral, casamos com a pessoa “certa”: aquela que podemos (inconscientemente ou não) culpar por nossos fracassos. E essa, repito, não é uma razão para separar-se. Ao contrário, é uma ótima razão para ficar juntos!

Quando a coisa aperta, não é porque sonhos e devaneios teriam sido frustrados “por causa do outro”, mas pelas “cobranças”, que, elas sim, acabam se revelando insuportáveis.

Essa cobrança, aparentemente chata, poderia salvar-me da medonha constatação do fracasso de meus sonhos e das ninharias com as quais me consolo. Talvez, aliás, ela me ajudasse a encontrar prazer e satisfação na vida concreta, nos afetos cotidianos. Mas não é o que acontece: o que ouço é mais uma voz que confirma minha insuficiência.


À cobrança dos sonhos dos quais desisti, mais a cobrança de quem é (ou foi) “causa” da minha desistência e razão do meu sacrifício finalizam em: Não presto, nunca, para mulher alguma – nem para minha mãe que queria que eu fosse herói nem para minha namorada/esposa para quem renunciei de ser herói. E ai, a corda arrebenta...

E prova-se difícil, aceitar que nosso par nos acuse de seus fracassos e, nada mais. É o justo. Mas é difícil...

Guttwein, T.

58 Opiniões:

Anderson Cavalcanti disse...

não pense assim...
todos têm valor... agora busque a excelencia.

Jonh ST disse...

Talvez não só casamentos, mas as vezes até em relacinamentos como namoro ou apenas uma parceria é alvo das pessoas jogarem a culpa de seus problemas.

Porem, pode acontecer como voce disse, de a interpretação de "algo ruim" que a pessoa diga, seja de na verdade, algo bom, isso acredito eu, seja sim mais comum em casamentos.

Porem, em namoros por exemplo, acredito que muitas vezes, as pessoas podem namorar e quando desabafam, jogam realmente os problemas emcima das parcerias, ou parcerios.

dlalai disse...

isso é verdade lembro de quando eu era casada

JuANiTo disse...

Essa desculpa em tom sério na minha opnião é um grande motivo de separação. Pois é um menosprezo às pessoas que estão ao seu lado. Já em tom de brincadeira soa como declaração de amor, pois só eles para fazer a propria pessoa abrir mão de outras coisas importantes.
Abraço

Monique Rosa disse...

casamento ainda é mais seguro e tem festaaaaaaa

chris disse...

As pessoas que se entregam "demais" num relcionamento, acabam esquecendo de si mesmo e se apagando com a finalidade unicamente de agradar o outro, isso é um engano, o queal mais tarde virão a alamentar e talvez ate " jogar na cara" do parceiro...
devemos ser nos mesmos, ser feliz por nós mesmos e nao criar expectativas de felicidade que dependam do outro, muitas vezes o outro nem sabe disso... e assim nunca vamos nos arrepender dos sonhos nao realizados

ibere

Pati disse...

Quando decidimos nos juntar com alguém, devemos ter noção do que nos espera daqui pra frente.
mas acho que ninguém deve desistir de suas vontades por causa de outra pessoa, o que deve acontecer é entrarem num concesso e decidirem o que for melhor pros dois.
só assim, as coisas perduram.

Críticas de cinema, www.cafedefita.blogspot.com

Descarga! disse...

Achei simplesmente genial a sua análise. É correta e bem estruturada. Achei particularmente interessante a parte em que você diz que quando um marido/mulher fala pra uma mulher/marido "Eu deixei de realizar meus sonhos por você", quer dizer na verdade "Ainda bem que você tá aqui pra eu ter uma desculpa pra não perseguir meus sonhos". Genial. Parabéns pelo texto! Já sigo teu blog a um tempo, e gosto muito dos seus textos ^^

Habib Sarquis disse...

é simples, não se case nem que a vaca tussa. =)

Blog: Cultura Dinâmica - www.culturadinamica.wordpress.com

Dannyluglime disse...

gostei do poste , bem criativo e verdadeiro !

JOY disse...

é, não é o melhor momento pra eu dar uma opinião q seja sobre o assunto, mas só digo q isso é desanimador hauha
totalmente
Bjos

Blog da Priiiii disse...

achei legal o seu post, sobre casamentos, união entre duas pessoas. Já pensei nisso também, em vantagens e desvantagens de casamentos, acho q depois de casar, não vou ter mais vida, vou viver provavelmente cuidando do marido e dos filhos, só trabalhar por causa deles. E com tanta ocupação q nem daria pra realizar algo que eu desejasse fazer, com medo deles não gostarem ou prejudicá-los de alguma forma.

Bruno disse...

Casa comigo que eu te faço a pessoa mais feliz do mundo.
A mais linda, a mais amada, respeitada, cuidada ... A mais bem comida.
E a pessoa mais namorada do mundo e a mais casada.
E a mais festas, viagens, jantares, ...

Casa comigo que te faço a pessoa mais realizada profissionalmente. E a mais grávida e a mais mãe. E a pessoa mais as primeiras discussões. A pessoa mais novas brigas e as discussões de sempre.

Casa comigo que te faço a pessoa mais separada do mundo. Te faço a pessoa mais solitária com um filho para criar do mundo. A pessoa mais foi ao fundo do poço e dá a volta por cima de todas.
A mais reconstruiu sua vida. A mais conheceu uma nova pessoa, a mais se apaixonou novamente...

Casa comigo que te faço a pessoa mais "casa comigo que te faço a pessoa mais feliz do mundo".
Michel Melamed

www.costabbade.blogspot.com

Andrei Vinicius Morais disse...

Ain eu sou uma pessoa que acredita muito e penso tbm sobre o Casamento...
Ah é a prova viva do sentimento gente e se não der certo é a prova de que realmente nem é pra ser FATO!

Super adorei

Hugo Henrique disse...

Eu, por exemplo, sou ator. Tenho 18 anos e por isso, de certa forma, é mais fácil pra mim trabalhar por pouco (até pq meus pais sempre me deram o que precisei).

Acho que, como por exemplo no meio dos atores não famosos, muitas vezes um ou outro abandona esse sonho alegando que Vai se casar e presisa ter algo melhor pra oferecer a sua futura família!

Acho que situações como essas têm que ser pensadas! Se a pessoa não considera que naquele momento, fazendo o que gosta tem condições de formar uma família, então não forme. E caso o amor for muito grande pela mulher ou pelo homem, sempre há uma possibilidade de se realizar um sonho. Mesmo que seja mais lento, sempre há!

Vc tá certo. É por aí mesmo! talvés sem generalizar!

abraço!

Hugo Henrique disse...

Ahh, e de qualquer forma: Não dá pra se ter tudo nessa vida!

^^

Danilo Castro disse...

Às vezes eu acho que o mundo impõe o casamento de uma forma como se fosse uma obrigação do indivíduo. E se eu não quiser casar? E seu eu quiser viver com alguém pro resto da vida com a liberdade de não ser casado, mas o compromisso de ter alguém? Às vezes penso nisso.

nanaah_cp2 disse...

Acho que ainda não posso ter uma opnião quanto a esse assunto partindo de um relacionamento próprio, porém ainda tenho meus pais ^^
Acho que você está um pouco equivocado... Dos casais que vejo, os únicos que culpam o casamento são os dos filmes.
Faça TUDO o que quiser e combine tudo isso com o seu parceiro. Com amor, eu sei que conseguirá :)
http://megafone-on.zip.net

Dalete disse...

Muito legal isso!
só não é legal para pessoas consumistas como eu!
kkkk
Abraço.

Keisy disse...

...Casar não é facil! Ter um relacionamento e mante-lo, não é facil... O casamento é algo complicado... É algo que acontece, pq as pessoas querem ficar juntas, então tem de lidar com muitas coisas, e isso é beem chato... xD ...Um dia eu terei de deixar meus sonhos e grandes vontades para cuidar dos meus filhos, casa e marido... E espero que tudo dê certo... Pq se não der... Eu chuto o meu marido de casa, e culpo ele pela vida chata que tive! xD Brincadeira!

The Blower's Daughter disse...

Acompanho o blog d vcs há algum tempo e sempre achei os posts bem interessantes... Este, por exemplo, eu gostei mt...
Manter um relacionamento nunca é fácil e a palavra casamento já vem cheia d obrigações e responsabilidades... Eu realmente ainda ñ posso ter nenhuma opinião formada sobre esse assunto, ainda mais na minha situação atual q ñ é nem um pouco confortável...
Mas enfim... Vou continuar acompanhando e comentando por aqui... Gosto mt do blog!
Bjos!

C? disse...

Casamento é um passo muito importante de um casal.é o começo de uma vida totalmente nova, que pode dar muitos frutos, se superar as brigas, o ego e o jeito de cada pessoa.

WWW.TEORIA-DO-PLAYMOBIL.BLOGSPOT.COM

Julio Cesar Lourenço disse...

É realmente complicado, mas toda relaçao é assim, mas vc tem que buscar as coisas boas e nao as ruins até logo!

Dinei disse...

Se buscar coisas boas tudo vai dar certo mais, sempre pensar positivo,
parabéns pelo blog vc escreve muito bem

Seu Zé disse...

Quando s eencontra a pessoa certa, se sabe, daí é importante formalizar uma relação, mas antes de tudo conheça bem a pessoa pois arrependimentos acontecem devido a pessoas qe não conhecem o outro a fundo.

http://www.blogdorubinho.com.br/

Vini e Carol disse...

São as diferenças que devem ser aceitas em um relacionamento.
Mas o fato de o homem sempre culpar a mulher de tudo, e a mulher sonhar alto demais e culpar o homem pelos sonhos não realizados sempre existirá.
Está em nosso instinto..

teste disse...

A união sempre será uma coisa complicada! Tudo na vida tem um lado bom e um ruim, tentar olhar as coisas boas é que é o grande segredo!

Mau Santos disse...

Muito forte: "ainda bem que você está aqui do meu lado..."
Será que existem pessoas tão fracas assim, a ponto de se grudarem a uma pessoa só pra culpá-la dos fracassos pessoais? Mesmo que de forma inconsciente? Eu já ouvi mesmo muitas respostas do tipo, mas na maioria das vezes era verdade, algo do tipo "não fiz pós-graduação porque estava grávida e depois o tempo foi passando e fui deixando..."
Sei lá, talvez seja meio doentio isso...

Karina Kate disse...

O bom d ehoje em dia é que podemos casar varias vezes, ou não casar e se "ajuntar", ou então casar com varias, ou casar e ficar com varias pessoas. Podemos ser amantes, namorados e amigos coloridos. Mas o casamento, é a alma da união.

Roberta Prado disse...

Não entendo de casamento... acho lindo, mas acho que nunca vou me casar.

Gostei do blog! Sucesso!!!

Johnny Nastri disse...

Não acho que ralacionamento algum, em qualquer instância civil, serve como desculpa para a falta de conquistas pessoais.

Não é culpa somente do homem ou da mulher. Não é culpa somente do marido ou da esposa. Mas dos dois.

Se a mulher se permite servir de bode espiatório para a covardia do marido, significa que ela também é uma frustrada dependente e que só se casou pra cumprir com uma cronologia social.

Casar-se é a oportunidade de realizar novos sonhos. Os antigos podem ser adaptados até. Nada precisa parar, apenas se adaptar. Afinal de contas, já dia um certo linguarudo por aí: pra cada ação há uma reação.

O problema é que o casamento deixou de ser visto, primeiro, como uma consequência do amor. Hoje, chamam inclusive isso de instituição: a instituição do casamento.

Pessoas se casam já pensando em como vão se separar.

---
Ótimas discussões. Depois, se puder fazer uma visita ao Vitrinedasideias.com. Ficarei muito grato.

Versos Controversos - Alan Salgueiro disse...

e o que será que andamos buscando nos relacionamentos? Tampa de panela ou forças de inspiração? Complementos ou suplementos? Acho que o grande erro é se privar das oportunidades individuais, afinal, o matrimônio sugere a companhia de alguém que possa alavancar nossa evolução e não atravancá-la.

Nova Quahog disse...

É, COMO DISSE O JOHN ALI...EM QUALQUER TIPO DE RELAÇÃO ESSE TIPO DE JOGO DE CULPAS E RECLAMAÇOES ACABA ACONTECENDO!

Avassaladoras Rio disse...

Queridos amigos avassaladores... existem varias razões para casar-se e apenas uma é a certa. Amor.
Se usar qualquer outra razão que não seja essa, voce não ama, apenas tem um "nó afetivo" e não um laço afetivo...
Amor liberta, faz crescer e amadurecer em conjunto... não dá falta de ar e nunca fica igual...
rarissimo, hoje em dia já quase não se vê... mas existe.
O divertido é procurar bastante kkkkk

Paulo Américo disse...

Colocou pontos de vista que eu não tinha imaginado, muito bom, acho que o motivo de estar com alguém para poder por a culpa de nossos fracassos é completamente aceita...

Rodrigo Carvalho disse...

Texto muito bem escrito!...

Relações... Complexas Relações! haushausahs

Depois passa lá no nosso blog... Se der, seja seguidor!...

Tamo seguindo aqui!


http://loboguaraideias.blogspot.com/

Leandro Rocha disse...

Texto interessantíssimo.
Apesar de ser um romântico incorrígivel, entendo o ponto de vista que você expressa e concordo que para algumas pessoas realmente é assim.
Uma coisa que eu sempre digo é que é fácil amar uma pessoa apesar dos defeitos dela. Difícil é amar uma pessoa apesar de nossos defeitos.

Um abraço.

Rafael Bardo disse...

cara, ja tinha uma birra natural de casamento! agora que não caso mesmo. Acho muita ma fé casar com alguem no intuito de se tornarem um só corpo e um só espirito. Eu quero mais é ser eu mesmo com uma outra pessoa que realmente seja outra!

Luis Adriano disse...

Sabe, eu concordo com o que você disse acerca de culparmos os nossos parceiros por nossos fracassos pessoais.
Numa redação da escola, uma vez, escrevi que as pessoas buscam completar-se para atingir a estabilidade. No entanto, penso que o certo seria somar-se, dois têm que ser dois, não um só! Dessa maneira, é primeiro necessário conhecer a si mesmo para que os seus desejos e temores não interfiram na soma, desestabilizando-a.
Infelizmente, a vida nos faz escolher entre umas coisas ou outras e, ao analisar aquelas das quais desistimos, procuramos alguém a quem responsabilizar exatamente para não ter que dizer eu escolhi assim.
O autodescobrimento é fundamental para que se conheça os limites e os sonhos; quando um casal se forma, sendo que ambos conhecem a si mesmos, fica muito mais difícil atribuir culpa ao outro.
A teoria é bonita. Na prática, porém, quem se conhece totalmente?

Gostei bastante da sua abordagem!
Bela escrita.
;)

Janis Lyn disse...

O post ótimo como sempre.
Parabéns

bjs
http://diariodeumafocaemcrise.blogspot.com/

Jeferson Assis disse...

Gutt, não sei se alguém já disse isso aqui, mas um relacionamento é sempre complicado.. quando um dos parceiros tem um sonho que desejam realizar, mas por diversos atritos que eles vivenciam juntos, os mesmos acabam culpando ele(a) pelo o seu insucesso.
Vai ser sempre assim.

J.F. Marques disse...

Interessante o assunto do seu post, é uma coisa muito complicada de se falar. Eu defendo que quem vai fazer algo, tem que fazer bem feito, não de qualquer jeito.
Parabéns pelo blog e pelo jeito que escreve.

Pablo Feliciano da Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana Torres disse...

Culpas as pessoas por nossos fracassos é, talvez, o ato mais ignorante e egoísta que se pode ter. Principalmente se essa pessoa foi aquele que você escolheu para passar ao vida ao lado.

Na minha opinião,uma união como o casamento deve ser, antes de mais nada, uma forma de não fracassar, ou ainda, se fracassar, saber que talvez você não terá uma segunda chance...

casamento é coisa séria... muito séria...

Betinho Cerri disse...

Quando um homem encontra a mulher da sua vida, ele vai se entregar a relação! MAIS, nem sempre funfa!
Coisas da vida... mais culpar os outros pelo fracasso pessoal é ignorância!

bulanabula disse...

Pelo que ví, o texto começa tortuoso, deu vontade de párar de ler quando lí tantas críticas sobre o casamento, no entanto, várias frases me prenderam ao contexto do que publicado especialmente àquelas das interpretaçõesentre o que se diz e o que ser dizer. Parabéns.
Hellen Taynan

rammsteniano disse...

bon blog

mano maya kosha disse...

creio que dentro desse contexto há os grandes dilemas de auto-suficiência, dependência do outro, vive-se junto, a dureza de estar só, as renúncias por conquistas, conquistas que depois pedem renúncias não previamente analisadas, enfim, viver a dois, sempre acarretará principalmente em ceder algo de si para aglomerar do outro ...

Rafa disse...

Não vejo a hora de sair uma nova cronica, rs


http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

Amigo esse negócio de relacionamento estável é um casamento, só que é um casamento pirata e você não paga impostos pela encheção de sacos, risos adorei a crônica!

Pobre esponja disse...

As pessoas devem casar informalmente (morar junto, namorar muito) antes de se casar oficialmente. Creio...

abç
Pobre esponja

Blogueira disse...

É mais fácil para as pessoas arrumarem culpados do que assumirem a sua própria culpa.
Casamentos ou união estável dá na mesma é um contrato no qual temos deveres e obrigações.
O problema é que o casamento se tornou uma instituição fálida ninguém respeita ninguém, a traição se tornou ato consumado.
Temos que mudar a cabeça das pessoas para voltarmos a acreditar no casamento.
Se Cuidem!Boa Terça pra Vocês!

naosenhor disse...

Minha mulher faz isso às vezes, de dizer que se eu não tivesse casado e com filhos, estaria bem melhor.

E é verdade, mas o casamento e os filhos também tem seus benefícios, eu não sou encanado com isso...

Fábio Flora disse...

Adoráveis esculturas! Abraços e sucesso com o blog!

1 Lênin 1 Blog! disse...

bacana mesmo o post, parabéns!

David Aragon disse...

Parabéns pelo blog, tá bombando! Oo

Dayane Mendes disse...

Eu acho que há um único culpado por nossas falhas e fracassos - Nós mesmos.
Culpar o casamento ou o parceiro como causa é mais facil que assumir sua fraqueza.

Abraços

David Aragon disse...

O casamento é a melhor e a pior das instituições, mas não creio que possamos ainda abrir mão dele. Como vc disse, ter alguém para culpar por nossos fracassos já é uma grande justificativa.

CHINFRAS e TALS